17 maio 2009 - 18h07

Empate irregular

O Atlético conseguiu seu primeiro ponto no Campeonato Brasileiro deste ano empatando por 2 a 2 com o São Paulo, no Estádio do Morumbi. O zagueiro Rafael Santos foi o destaque do time atleticano fazendo os dois gols do Rubro-Negro. Um empate fora de casa contra o tricampeão brasileiro não é de se jogar fora, mas o jogo terminou com um gosto amargo para a torcida atleticana. O atuação do árbitro Wilton Pereira Sampaio prejudicou demais os atleticanos deixando de marcar um pênalti em Marcinho no primeiro tempo. Depois, permitiu o gol de empate do São Paulo aos 43 minutos do segundo tempo em um lance ilegal. Para completar, deu cinco minutos de acréscimo.

Quando a arbitragem não atrapalhou, o Atlético fez um jogo equilibrado. O técnico Geninho promoveu a estreia do volante Rafael Miranda e surpreendeu com a escalação de Rafael Santos na zaga, passando Chico para o meio e Jairo para a reserva. Rafael Santos acabou sendo o grande destaque individual do jogo, atuando muito bem na marcação e assinalando dois gols.

Aliás, a defesa do Atlético levou vantagem sobre a defesa do tricolor paulista, que bateu cabeça e falhou em pelo menos dois lances, que o ataque atleticano não soube aproveitar. Em um deles ,a bola caprichosamente bateu na trave após cruzamento de Wallyson e conclusão de Rafael Moura. Em outra bola, o zagueiro Antônio Carlos fez um lançamento longo e, após bobeada de Richarlyson, Wallyson saiu na frente do goleiro Bosco, mas o zagueiro Miranda fez a cobertura, impedindo o que seria o primeiro gol atleticano.

Pelos lados do São Paulo, o atacante Borges foi o jogador que levou mais perigo à meta de Galatto. Antes disso, o meia Hernanes havia perdido uma chance incrível logo aos quatro minutos.

O primeiro tempo encaminhava-se para terminar sem gols, já que a pontaria dos atacantes estava ruim. Precisou um zagueiro surgir para abrir o placar. Em um escanteio cobrado por Marcinho pelo lado esquerdo, a bola sobrou para o zagueiro Rafael Santos, que chutou de bico no ângulo do gol de Bosco e fez 1 a 0.

Apito amigo

O segundo tempo nem bem começou e o São Paulo empatou o jogo com o atacante Borges. Ele tabelou com Washington e bateu no canto direito do gol atleticano, empatando o jogo a um minuto e meio. Parecia que o São Paulo viria com tudo para virar o jogo, mas o Atlético teve equilíbrio e contou com a sorte.

Aos 24 minutos, o São Paulo fez uma verdadeira blitz dentro da área atleticana e Galatto fez um milagre no chute de Hernanes, à queima roupa. Na volta, o atacante Hugo soltou a bomba na trave. Por ter suportado bem a pressão, o Furacão acabou recompensado.

Aos 29, Marcinho cobrou escanteio e o zagueiro Rafael Santos marcou, de cabeça, o segundo gol do Atlético no jogo. Era uma justa recompensa ao esforço dos atleticanos, que se desdobraram fisicamente para marcar o São Paulo, já que Geninho optou por não fazer nenhuma substituição.

Foi quando a arbitragem resolveu aparecer, já no apagar das luzes. Washington dominou a bola com a mão e rolou a bola para esquerda. No cruzamento, André Lima recebeu em posição de impedimento. Ele completou para o fundo da rede e empatou o jogo. O árbitro Wilton Pereira Sampaio e o assistente Marrubson Melo, sem qualquer constrangimento, deixaram passar as duas irregularidades flagrantes. Pior ainda: Wilton assinalou cinco minutos de acréscimo, em um jogo que teve cinco substituições e nenhum fato extraordinário. O feitiço quase virou contra o feiticeiro quando Raul puxou um contra-ataque e o Furacão quase fez o terceiro.

Após marcar seu primeiro ponto no Brasileirão 2009 o Furacão trabalha a semana toda para enfrentar o Náutico no próximo domingo, às 16h, na Arena da Baixada.

%ficha=706%



Últimas Notícias

Camisa preta edição especial.

Opinião

Viva a revolução!

Eu sou corneta. Confesso! Se o time vai mal, sou o primeiro a reclamar. Se o time vai bem, tem que melhorar. Se ganhou de…

Notícias

A evolução do Athletico

É inegável a evolução do rubro-negro. Desde a mudança no comando técnico, o Furacão vem evoluindo a cada jogo. Atualmente acumula quatro vitórias consecutivas. Além…