20 set 2009 - 11h45

Atlético-2009: pior ataque dos pontos corridos

O Atlético de 2009 tem o pior ataque da era dos pontos corridos. O Rubro-Negro marcou apenas 25 gols, o que representa o seu pior desempenho nas primeiras 25 rodadas do Campeonato Brasileiro desde 2003.

Até mesmo no ano de 2007, quando o Furacão vivia pior momento na competição – ocupava a 17ª posição, na zona de rebaixamento -, o ataque era superior – 35 gols, média de 1,4 por partida.

O melhor desempenho ofensivo aconteceu em 2004. Na ocasião, comandado por Washington, Dagoberto e Jadson, o Atlético já tinha feito 41 gols na 25ª rodada. No ano seguinte, mesmo com o time reserva nos primeiros jogos para poupar os titulares para a Copa Libertadores, o Furacão fez 39 gols nas primeiras 25 partidas.

O fraco desempenho ofensivo em 2009 acontece, entre outros motivos, pelo baixo número de gols dos atacantes. Entre eles, Wallyson é o artilheiro – fez apenas três gols. Alex Mineiro e Patrick fizeram um gol cada. Rafael Moura, que segue afastado, marcou outros dois. Outros atacantes, como Zulu e Marcelo, ainda não balançaram as redes.

Os artilheiros do Rubro-Negro no Brasileirão são os meias Marcinho, com 7 gols, e Paulo Baier, com 5. O zagueiro Rafael Santos, negociado com o Bologna (ITA) em agosto, fez 4 gols.

Confira o número de gols após as primeiras 25 rodadas do Brasileirão:


Defesa é a terceira pior desde 2003:

Se o ataque vai mal, a defesa não é muito diferente. O atual desempenho defensivo é o terceiro pior desde 2003. Em 2009, o Rubro-Negro já sofreu 36 gols em 25 jogos – média de 1,44. Em 2006 e 2007, o Furacão tinha sofrido um gol a mais – 37 – até a 25ª rodada. Já em 2004, foram apenas 27 gols e, em 2003, 31 em 25 jogos.



Últimas Notícias

Libertadores

É bom rever você, Walter!

Foram necessários apenas oito minutos em campo contra o Jorge Wilstermann e um único chute a gol para uma história ser coroada com choro, abraços…