25 out 2009 - 19h03

Arbitragem de Paulo César é criticada pelos atleticanos

O árbitro paulista Paulo César Oliveira foi alvo de muitas críticas da torcida rubro-negra após uma arbitragem tendenciosa no clássico Atletiba. O mesmo critério utilizado para os donos da casa não valeu para o Furacão.

Logo 30 segundos de jogo, Paulo Baier tomou cartão amarelo após cometer falta em Leandro Donizete. Pouco tempo depois, o mesmo Leandro Donizete fez falta parecida em Valencia, mas com os braços, mas não foi advertido. O mesmo Leandro Donizete deu um carrinho por trás em Wallyson quando o jogo ainda estava 0 a 0 (o lance originou o escanteio que resultou no primeiro gol do Rubro-Negro) e tomou o cartão amarelo, que seria o segundo se o mesmo critério tivesse sido adotado pelo árbitro da partida.

Ao longo do jogo, foram várias faltas inexistentes marcadas a favor do Coritiba, incluindo a que resultou no gol da vitória dos mandantes. E na metade final do jogo, Alex Sandro levou o cartão vermelho direto após entrada em Márcio Gabriel, mas o mesmo não ocorreu com Jéci, que fez falta dura em Patrick matando o contra-ataque rubro-negro quando o jogo estava empatado por 2 a 2. O defensor coxa levou apenas o amarelo.

“Eu acho que ele [Alex Sandro] merecia um cartão amarelo, não merecia o cartão vermelho. Eu acho que o jogador que recebeu a falta fantasiou um pouco e iludiu o Paulo César”, comentou o técnico Antonio Lopes, ao final do jogo.



Últimas Notícias

Fala, Atleticano

Insanidade

Louva-se o posicionamento do CAP em relação à atitude insana, egoísta e manipuladora do Flamengo, que chegou ao ponto de utilizar-se da peste alcançar seus…