17 nov 2009 - 14h40

Funcionários são demitidos acusados de fraude

O Clube Atlético Paranaense informa seus associados e torcedores que descobriu, por meio de investigação interna, o envolvimento de colaboradores no comércio ilegal de Smart Cards. Os funcionários que trabalhavam no Espaço Sócio Furacão agiram de má fé ao reativar Smarts de sócios, cujos contratos haviam sido cancelados, e revender em alguns jogos do Clube na Arena.

Todo o procedimento foi feito ilegalmente e a fraude foi descoberta devido ao rígido controle interno que é realizado em todas as partidas do Furacão. Ao perceber rapidamente a falha, o CAP abriu uma investigação interna para apurar os acontecimentos e comprovar a sabotagem.

O assunto foi levado à polícia e o inquérito foi aberto pelo COPE – Centro de Operações Policiais Especiais – que assumiu as investigações. O Atlético Paranaense também esclarece que não haverá qualquer prejuízo aos seus associados. Todos os funcionários envolvidos no esquema de fraude foram demitidos por justa causa e deverão responder judicialmente pelos crimes cometidos, ficando sob a égide da autoridade policial o andamento do inquérito.



Últimas Notícias

Opinião

Libertadores, estamos aqui

Do alto da nossa sétima participação na Copa Libertadores da América, temos que reconhecer que já temos muita história para contar: da primeira participação, via…