28 nov 2009 - 11h31

Riva: “Com apoio da torcida, atleta se transforma”

O preparador físico do Atlético, Riva Carli, trabalhou bastante nesta semana. Responsável pelos treinamentos físicos, ele também assumiu um papel importante na motivação dos jogadores. Com a experiência de quem já passou por muita coisa no Atlético, inclusive a conquista do título brasileiro de 2001, Riva pode falar de cadeira sobre como uma partida decisiva mexe com os atletas.

Em entrevista ao site oficial do Atlético, Riva explicou que o comportamento do jogador é completamente diferente quando há uma festa da torcida. “A partir do momento em que tem aquele grito de guerra, em que o atleta sente a força da torcida, ele se transforma”, afirmou o prerador. “Esse é o momento em que a gente vê que o atleta consegue realmente fazer muitas coisas além do cotidiano. Ele se transforma, e traz a vitória para a equipe”, completou.

Riva espera que isso aconteça no domingo, quando o Atlético joga contra o Botafogo numa partida decisiva para a permanência do clube na Série A do Campeonato Brasileiro. Por experiência própria, ele sabe que os jogadores podem render muito mais quando ouvem os gritos de apoio de uma torcida fanática. No caso do Atlético, a força é ainda maior pelas características da torcida.

“A torcida do Atlético cantando, incentivando todos os atletas, a comissão técnica, isso aí é fundamental. Só a torcida, a nossa torcida atleticana, é que consegue fazer essa mudança radical. Ela é que vai resgatar esse jogador e colocar ele dentro do jogo, do jeito que ela quer: com raça, com vontade, buscando a vitória”, finalizou.



Últimas Notícias

Libertadores

É bom rever você, Walter!

Foram necessários apenas oito minutos em campo contra o Jorge Wilstermann e um único chute a gol para uma história ser coroada com choro, abraços…

Fala, Atleticano

Foi épico

Assim, como o jogo de Santiago contra a Universidad Católica, estará para sempre na memória de qualquer atlheticano… O que aconteceu ontem na Bolívia, também..…