9 jan 2010 - 11h03

Furacão vence e fica perto da classificação na Copa SP

O Atlético venceu o Paulínia neste sábado, pelo Grupo U da 41ª Copa São Paulo de Futebol Júnior. O Furacão, que fez 1 a 0, com gol do atacante Bruno Furlan, fica perto da classificação para a próxima fase da Copinha.

O Rubro-Negro é o líder do grupo com 6 pontos. Se o Remo, que tem 3 pontos, não vencer o Al Hilal às 11h, o time da Baixada estará classificado. Já se os paraenses conquistarem a vitória, o Atlético pode se classificar entre os 9 melhores segundos colocados, mas teria de esperar o resultado dos outros grupos.

Atlético 1×0 Paulínia:

Na manhã deste sábado, diante da equipe paulista, o Rubro-Negro, logo no início, partiu para o ataque, em busca da vitória. Na primeira oportunidade, o lateral-direita João chutou de longe e assustou o goleiro Fabian. Aos 10 minutos, o Atlético abriu o placar. O atacante Bruno Furlan bateu falta frontal, a bola desviou na barreira e entrou.

O Paulínia tentou a resposta em lances de bola parada e cruzamentos para a área, mas não aproveitou. Com isso, o Furacão voltou a ter o domínio do jogo. Aos 32, o volante Guilherme Batata chutou forte, de longe, e Fabian fez bela defesa. Na sequência, o atacante Edigar Junio também arriscou, e a bola saiu pela linha de fundo. No melhor lance do Paulínia na etapa inicial, Tone cruzou para Cassinho, que quase empatou.

Logo no início do segundo tempo, o time comandado por Pedrinho Maradona não ampliou por pouco. Aos 30 segundos, Edigar Junio tocou para Furlan, que chutou com perigo, mas a bola saiu pela linha de fundo. Depois dessa pressão inicial, a partida ficou equilibrada, com os dois times criando chances de gol.

Aos 11 minutos, o time paulista perdeu a oportunidade de empatar e, no contra-ataque, Bruno Furlan foi desarmado, dentro da área, na hora do chute. Sete minutos depois, após cobrança de escanteio, o zagueiro Bruno Batista cabeceou firme, mas o goleiro pegou, sem dar rebote.

O Atlético passou a segurar o resultado, mas o Paulínia quase empatou. Aos 33, Conrado bateu forte, e a bola passou por cima do gol atleticano. Na sequência, Léo Pinheiro fez difícil defesa. No mesmo minuto, o volante Danilo chutou forte e foi a vez do goleiro do Paulínia salvar, jogando para escanteio. O Paulínia foi com tudo para o ataque, teve chances claras de gol, mas a defesa atleticana garantiu a vitória por 1 a 0.

Pedrinho Maradona escalou o Rubro-Negro, no 3-5-2, com: Léo Pinheiro; Diego Petri (Diogo), Bruno Batista e Diego Bairo; João, Danilo, Guilherme Batata, Lucas Sotero (Vitor Esquerdinha) e Héracles; Bruno Forlan e Edgiar Junio (Bruno Pelissari).



Últimas Notícias

Torcida

Colecionadores da nossa paixão

Para alguns torcedores atleticanos, não basta apenas vestir a camisa por amor. É preciso guardar algumas, centenas delas num acervo particular, em coleções prá lá…

Torcida

As histórias por trás dos acervos

Cada colecionador é, de certa forma, guardião de um pedaço da história do clube. E cada coleção também acaba criando sua própria história. Nenhuma nasce,…