10 jan 2010 - 20h23

Atlético está eliminado da Copa São Paulo

De vice-campeão em 2009 a eliminado na primeira fase em 2010. Essa foi a trajetória do time de Juniores do Atlético na Copa São Paulo 2010. Com duas vitórias e uma derrota na primeira fase (6 pontos conquistados e um gol de saldo) o Furacãozinho não conseguiu passar para a segunda fase. O fator principal para a definição da eliminação atleticana, além da derrota para o Remo, foi o baixo número de gols marcados pela equipe, o que fez o time não ter um saldo de gols suficiente para se garantir entre os nove melhores segundos colocados do torneio.

Na classificação geral do Grupo U, o Atlético ficou na segunda colocação, atrás do Remo. As duas equipes terminaram empatadas na pontuação, com os mesmos seis pontos, o mesmo saldo, só que o Remo levou vantagem nos gols marcados – quatro, contra três do Rubro-Negro.

A chance de chegar à outra fase era ficar entre um dos nove melhores segundos colocados – o que, pelo regulamento da competição garante a classificação das equipes. Mas com o decorrer dos jogos da última rodada da primeira fase, o Furacão está até o momento apenas como 12º melhor segundo colocado – ou seja, matematicamente eliminado na Copa SP. Os segundos colocados à frente do Furacão até o momento são: Barueri, Pão de Açúcar, Vasco, Flamengo e Goiás, com sete pontos; e Rio Preto, Primavera, Ferroviária, ABC, Desportivo e São Carlos, todos com os mesmos 6 pontos do Furacão, mas com saldo de gols melhor.

Técnico às pressas

Com atletas com idades entre 16 e 18 anos, o Atlético da Copa SP 2010 era bem diferente do elenco vice-campeão em 2009. Além da reestruturação do grupo, outro obstáculo enfrentado pelo clube foi encontrar um técnico às vésperas da estreia na competição, após o pedido de demissão do técnico Ederson Moreira, que foi comandar o time B do Internacional. O auxiliar técnico dos Juniores, Pedrinho Maradona, assumiu a equipe para a disputa da Copa São Paulo, mas não conseguiu levar seus comandados à segunda fase da competição.

Histórico na competição

Apesar do vice-campeonato em 2009, o Atlético não tem um histórico de boas participações na Copa São Paulo de Juniores. Antes do histórico vice, o clube havia tido uma boa participação em 2007, quando chegou às semifinais sendo eliminado pelo São Paulo, terminando a disputa na quarta colocação. Também se destacou nas edições de 1997 e 2003, quando chegou nas oitavas-de-final. Em 97, o Furacão foi eliminado pelo Lousano, num time que tinha como destaques Marcelinho e Joilson. Já em 2003, o time foi eliminado pelo Santos.



Últimas Notícias

Opinião

Libertadores, estamos aqui

Do alto da nossa sétima participação na Copa Libertadores da América, temos que reconhecer que já temos muita história para contar: da primeira participação, via…