17 jan 2010 - 18h51

Faltou fôlego

O Furacão soprou fraco e o Atlético conseguiu apenas um empate em seu primeiro jogo oficial na temporada 2010. Jogando no forte calor da cidade de Toledo, o Rubro-Negro sofreu os efeitos do início da pré-temporada, perdeu gás no segundo tempo e não conseguiu sair do empate em 1 a 1 contra o Toledo. Raul marcou o gol atleticano, aos 13 minutos do primeiro tempo, mas os donos da casa empataram na etapa final, aos 16 minutos, com Leandro Bocão.

Pior do que o empate na estreia do Campeonato Paranaense 2010 foi a grave contusão que o meia Paulo Baier sofreu, no início da etapa complementar. O jogador saiu de campo sentindo fortes dores na região da virilha.

Jogo morno

Toledo e Atlético protagonizaram uma partida sem muitas emoções com cada uma das equipes dominando cada tempo do jogo. Na etapa inicial, o Furacão partiu determinado em busca da vitória e conseguiu abrir o marcador aos 13 minutos: Márcio Azevedo fez boa jogada pela esquerda, chegou na linha de fundo e cruzou a bola rasteira para a entrada da área, quando Raul recebeu e chutou com tranquilidade para abrir o marcador para o Atlético.

Após o gol atleticano, o Toledo partiu para o ataque e abriu espaço para os contra-ataques do Furacão. Nesse ritmo, os comandados de Antônio Lopes tiveram duas boas oportunidades para ampliar o placar. Primeiro com Wallyson, aos 34 minutos, que recebeu o lançamento no meio de campo, partiu em velocidade, passou pelo goleiro Gottardi e chutou na trave. Depois num lance de penalidade, aos 43 minutos. Em jogada semelhante ao lance do gol, Márcio Azevedo chegou na linha de fundo e fez o cruzamento rasteiro na entrada da área. Paulo Baier recebeu, tentou limpar a jogada e foi derrubado pelo zagueiro do Toledo. Pênalti que o próprio Baier cobrou, mas o goleiro Gottardi defendeu.

Na etapa final, o Atlético tomou o primeiro grande susto aos 6 minutos, com a contusão de Paulo Baier, que precisou ser retirado de campo de maca e visivelmente sentindo muitas dores na região da virilha. Após a saída de Baier, o Toledo ganhou as jogadas no meio de campo e encurralou o Atlético em seu sistema defensivo. O gol saiu aos 16 minutos, após uma confusão na área, Leandro Bocão recebeu livre de marcação e marcou o gol do Toledo.

O Atlético ainda teve uma boa chance para tentar desempatar o jogo aos 42 minutos. Wallyson fez boa jogada pela esquerda, chutou da entrada da área, o goleiro Gottardi defendeu, a bola bateu na trave e no rebote o zagueiro travou a bola na hora que Marcelo tentou concluir a jogada.

Depois do empate na primeira rodada o Rubro-Negro vai em busca de sua primeira vitória no Campeonato Paranaense na próxima quarta-feira, quando recebe o Operário às 19h30, na Arena da Baixada.

%ficha=745%



Últimas Notícias

Libertadores

É bom rever você, Walter!

Foram necessários apenas oito minutos em campo contra o Jorge Wilstermann e um único chute a gol para uma história ser coroada com choro, abraços…