7 jul 2012 - 19h36

“Está faltando muita sorte”, afirma Jorginho

Jorginho participou da entrevista coletiva após a derrota por 3 a 2 para o América Mineiro, no Independência, em jogo da nona rodada do Campeonato Brasileiro Série B.

O técnico falou sobre a escolha do 3-5-2, a mudança para o 4-3-3 após o intervalo, a reação da equipe e a falta de experiência, que resultou no terceiro gol do adversário.

Jorginho acredita que ainda falta um pouco de maturidade para a equipe. “Alguns ainda não são maduros para uma competição importante como essa e isso faz com que eles se sintam inseguros. Foi uma pena sofrer o terceiro gol quando éramos melhores. Faltou um pouco de experiência para não tomar o gol do jeito que tomou”.

Sobre a tática escolhida para o início da partida, o técnico explicou que a decisão foi tomada com base nos treinamentos e nas conversas com o elenco. “Foi o treinamento que me mostrou isso. A tática que se mostrou melhor, foi a que iniciou a partida. E isso foi conversado com os atletas. No segundo tempo, tivemos a capacidade de mudar já durante o jogo. Quando adiantamos o time, fomos melhores”.

O treinador adiantou que o time que deve enfrentar o Ipatinga na próxima terça-feira não jogará novamente com três zagueiros. “Não tem como usar o 3-5-2, não podemos jogar em casa assim. No treino foi melhor, mas no jogo a tática que deu certo foi a mais ofensiva. Hoje, ainda não sabemos nossa formação ideal e, pior, não temos tempo para experimentar muito”.

Para Jorginho, a equipe voltou do intervalo jogando muito bem e faltou sorte para conquistar a vitória. “Merecíamos vencer. Eles tiveram uma única oportunidade e fizeram o gol. Está faltando muita sorte para o Atlético, não tenha dúvida”.



Últimas Notícias

Libertadores

É bom rever você, Walter!

Foram necessários apenas oito minutos em campo contra o Jorge Wilstermann e um único chute a gol para uma história ser coroada com choro, abraços…