22 jul 2012 - 10h08

Missão: subir

Após permanecer por 15 anos ininterruptos na primeira divisão do futebol brasileiro, o Atlético sofreu um duro golpe no dia 04 de dezembro de 2011: mesmo vencendo sua última partida em casa, a equipe acabou sendo rebaixada para uma divisão nacional inferior – a segunda divisão.

O início de 2012, com várias trocas em todos os setores do Clube, inclusive na direção, se mostrou promissor, com a equipe jogando bem no Campeonato Paranaense e a torcida acreditando. Porém, aproximadamente cinco meses após o início dos trabalhos e com alguns resultados negativos importantes, ocorreram novas trocas, desta vez no comando técnico, com a saída de Juan Ramón Carrasco.

Com apenas dois jogos no comando da equipe, o técnico Ricardo Drubscky também não agradou e foi sacado. Foi com a chegada do atual treinador Jorginho que as mudanças mais profundas ocorreram na equipe. Com a mentalidade de formar um time mais maduro com relação à equipe que se apresentava desde o começo do ano, cuja principal característica era o alto número de pratas da casa, o técnico exigiu novos jogadores e foi atendido. Montou um verdadeiro esquadrão de especialistas naquilo que o Furacão mais precisa este ano: o acesso à divisão superior.

Tudo começa com o próprio treinador. Ainda com uma curta carreira como técnico profissional, Jorginho conseguiu, no ano de 2011, levantar o título de campeão da Série B com a Portuguesa. Na campanha, 81 pontos, apenas três derrotas em 38 jogos, saldo de gols positivo de 44 e aproveitamento de 71% dos pontos. Tal feito rendeu à equipe o apelido de “Barcelusa”, em alusão ao futebol praticado pelo Barcelona.

Já no elenco, o Rubro-Negro possui ao menos um atleta de cada posição que já conseguiu o acesso em uma competição nacional. Jogadores que são especulados para reforçar o clube também possuem tal feito em seu currículo.

Confira abaixo, por posição, cada um deles:

Goleiro: o atual titular da meta atleticana, Weverton, conseguiu não só o acesso mas também o título da Série B em 2011 jogando pela Portuguesa.

Lateral direita: no ano de 2007, Maranhão foi campeão da Série C quando defendia o Bragantino. Em 2009 ajudou o Guarani a subir para a Série A.

Zagueiro: Renato Chaves conseguiu o acesso para a elite do futebol brasileiro em dois anos seguidos, sendo campeão na segunda vez: Bahia em 2010 e Portuguesa em 2011.

Lateral esquerda: no ano de 2008 Wellington Saci conseguiu o título da Série B atuando pelo Corinthians. Em 2011 conseguiu novo acesso, dessa vez pelo Sport.

Volantes: nesta posição a equipe conta com dois atletas que conseguiram o acesso na temporada anterior: enquanto João Paulo subiu com a Ponte Preta, Derley subiu para a Série A com o Náutico.

Meio-campistas: com 99% acertado com o Furacão, Elias possui dois acessos em sua carreira: o primeiro da Série C para a B com o Bahia em 2007, e o segundo da Série B para A em 2009 com o Atlético-GO. O segundo meio-campista desta lista é ninguém menos que Paulo Baier, capitão atleticano em vários momentos da temporada. Em 2000, com a Copa João Havelange, o América-MG foi trazido da segunda divisão para a primeira e Baier fazia parte do elenco do Coelho. Já em 2002, atuando pelo Criciúma, o atleta conseguiu o título da Série B.

Atacantes: setor que conta, atualmente, com o maior número de atletas experientes neste quesito. Bruno Mineiro foi campeão da Série C em 2009 com o América-MG e em 2011 ajudou o Sport a subir para a elite. Ricardinho, o único de toda a lista que é formado pelo Atlético, estava emprestado à Ponte Preta na temporada anterior, quando a Macaca conseguiu o acesso à Série A. Há também experiência internacional neste quesito, visto que Federico Nieto fazia parte do elenco do Huracán na temporada 2006/2007, quando o clube argentino subiu para a primeira divisão da Argentina.

Especulados

Nas últimas semanas os nomes de alguns jogadores foram ventilados como possíveis reforços atleticanos. São eles: os meias Felipe, do Palmeiras, e Henrique, da Portuguesa, além do atacante Elton, atualmente no Corinthians, e do lateral esquerda Pedro Botelho, brasileiro do Arsenal-ING que estava emprestado ao Levante-ESP. Destes, apenas o último não possui experiência em ajudar equipes de divisões nacionais inferiores a subirem de divisão.

Felipe fazia parte do elenco do Bahia quando este conseguiu a promoção para a primeira divisão em 2010, enquanto Henrique é mais um que foi campeão com a Portuguesa em 2011. Já Elton possui duas promoções no seu currículo e, assim como Renato Chaves, elas foram em sequência. Em 2008 o avante ajudou o Santo André a jogar a primeira divisão pela primeira vez na sua história, enquanto que em 2009 fez parte da equipe do Vasco que se sagrou campeã da Série B.



Últimas Notícias

Libertadores

É bom rever você, Walter!

Foram necessários apenas oito minutos em campo contra o Jorge Wilstermann e um único chute a gol para uma história ser coroada com choro, abraços…