15 ago 2012 - 15h34

Mesmo vencendo, Furacão segue distante do G4

O Atlético conquistou nesta terça-feira (14) três importantes pontos na luta para alcançar as primeiras posições da Série B. Mesmo jogando contra um adversário que abdicou do ataque e armou uma forte retranca, o Rubro-Negro conseguiu voltar a vencer em seus domínios e manteve o bom momento na competição.

Apesar disso, os maus resultados obtidos anteriormente estão se refletindo na campanha do Furacão que, mesmo chegando à segunda vitória consecutiva, não se aproximou dos primeiros colocados na tábua de classificação. O Rubro-Negro está em nono lugar, com 26 pontos, sete a menos que o São Caetano, quarto colocado, e 13 atrás do líder Criciúma.

Durante a coletiva de imprensa realizada após a partida diante do ASA, o técnico Ricardo Drubscky ressaltou a importância de conquistar pontos dentro de casa: “Precisamos assim, acostumar a ganhar pontos em casa. Nós estamos perdendo, perdemos já muitos pontos dentro de casa. Então sobre esses aspectos, eu acho que foi de suma importância essa vitória”, afirmou.

A constatação do treinador é procedente, pois nas últimas duas partidas no Caranguejão o Atlético havia sido derrotado por Vitória e São Caetano, equipes que ocupam, respectivamente, a segunda e a quarta posições na tabela. Se tivesse vencido, ou ao menos empatado os jogos, esses adversários não teriam se distanciado tanto.

Agora, nas duas últimas rodadas do primeiro turno, o Furacão enfrenta mais dois concorrentes diretos na briga pelo acesso. Neste sábado (18) encara o Criciúma, no Caranguejão e, no próximo (25), o Paraná Clube, na Vila Capanema.

É de suma importância, portanto, aproveitar o bom momento, fazer valer o fator campo contra o Tigre e buscar uma vitória também diante do Tricolor, caso deseje iniciar o returno em uma posição mais confortável. Mas, mesmo vencendo os dois confrontos que restam, o Atlético não consegue mais terminar o primeiro turno no G4.



Últimas Notícias

Opinião

Libertadores, estamos aqui

Do alto da nossa sétima participação na Copa Libertadores da América, temos que reconhecer que já temos muita história para contar: da primeira participação, via…