6 set 2012 - 18h06

Confira a análise tática do Grêmio Barueri

Amanhã o Furacão enfrenta o Grêmio Barueri, na Arena Barueri, às 21h50, em jogo válido pela 23ª rodada do Brasileirão da Série B. O Barueri é o lanterna e vive uma situação muito complicada. Em 22 jogos, a equipe paulista conquistou apenas 13 pontos e, para fugir do rebaixamento, precisa conquistar 12 pontos, já que o Boa Esporte (16º colocado), é a primeira equipe fora da ZR, com 25 pontos.

Além de ser o lanterna do Campeonato, o Barueri tem o pior ataque da Série B, com apenas 17 gols marcados (e é o 2º pior ataque das Séries A e B, ficando apenas a frente do Sport, que marcou 16 gols). O Barueri sofreu 40 gols (3ª pior defesa das Séries A e B, só fica à frente do Ipatinga que sofreu 46 gols e do Coritiba que sofreu 42).

Na última rodada o Barueri foi derrotado pelo ABC por 2 a 1 no Estádio do Frasqueirão. Para complicar ainda mais a situação, o time não poderá contar com o seu goleiro titular, Fernando Leal, que foi expulso aos 50 minutos do segundo tempo contra o ABC. Assim, Evandro Guimarães, treinador do time paulista, deverá usar Tiago ou Mateus como titular diante do Furacão.

Já pelos lados do Rubro-Negro, Ricardo Drubscky deverá realizar uma alteração tática. Ele deixará de jogar no 4-5-1, para jogar no 4-4-2 com o atacante Marcelo ganhando a vaga no lugar do meia Felipe. O zagueiro Cleberson retornará a titularidade no lugar de Naldo, que teve uma atuação de mediana para fraca diante do Boa Esporte.

A base da equipe deverá ser a mesma que alcançou, na virada contra o Boa Esporte, sete jogos de invencibilidade e impulsionou a aproximação ao G4.

Escalações:
Grêmio Barueri*: Tiago (Matheus); Alex Santos, Alex Lima, André Luis e Márcio Pit; Anderson Sales, Diego Silva, Ale e Marcelinho Paraíba; Val Baiano (Rafael Chorão) e Marcelinho
Atlético-PR*: Weverton; Maranhão, Cleberson, Luiz Alberto e Pedro Botelho; Deivid, João Paulo, Elias e Henrique; Marcão e Marcelo.
*Escalações não foram confirmadas pelos treinadores

Fique de Olho: O perigo à meta de Weverton pode sair dos pés de dois jogadores veteranos: Marcelinho Paraíba e Val Baiano. O primeiro pode levar perigo nos arremates de média distância e nas bolas paradas, enquanto o segundo, que estreou pelo Barueri na derrota diante do ABC, não tem muita técnica, mas não tem medo de chutar para o gol adversário. Além disso Marcelinho, o outro atacante, é rápido e tem boa capacidade técnica e pode partir em jogada individual e deve jogar em cima do Luiz Alberto, que não é um zagueiro muito veloz.

Caminho da Vitória: As atuações de Elias e Henrique serão decisivas no jogo, principalmente quando jogarem pela direita, com o apoio de Maranhão e a velocidade de Marcelo. Estes quatro jogadores terão fundamental importância em jogadas rápidas em cima do zagueiro André Luis. Nas jogadas aéreas, o defensor é quase imbatível, mas com a bola no chão, usando a velocidade deste quarteto e o oportunismo de Marcão, para possíveis rebotes do goleiro Tiago, poderão fazer toda a diferença e dar a vitória ao Furacão.

Reportagem: Maurício Matsueda, especial para a Furacao.com
Colaboração: Maurício do Vale



Últimas Notícias

Opinião

Pés no chão

                É impossível não ficar empolgado com o time novamente após o jogo de ontem. Com três vitórias seguidas, o 2×0 contra o Galo em…

Brasileiro

Pra cima, Athletico!

Athletico e Goiás fizeram o duelo dos desesperados do Campeonato Brasileiro. O Furacão tenta embalar após vencer o Fortaleza de virada na rodada passada e,…