14 set 2012 - 15h21

Confira a análise tática do Goiás

Embalado pela entrada no G4 e com nove partidas de invencibilidade, o Furacão enfrenta o Goiás no Serra Dourada neste sábado às 16h.

A equipe esmeraldina atualmente ocupa a 3ª colocação na tabela de classificação e vem de uma série de cinco jogos de invencibilidade. E, para a tranqüilidade do treinador Enderson Moreira, ele deverá repetir a equipe que venceu o Criciúma na terça-feira. A única alteração será a troca do suspenso Iarley por Walter.

Pelo lado do Rubro-Negro, a equipe vive a boa fase dos nove jogos de invencibilidade, da entrada no G4 e a tudo isso se somam as boas apresentações e o bom número de gols que a equipe tem marcado. A expectativa é de um bom jogo e que o Furacão conquiste os três pontos, ultrapassando o time goiano na tabela de classificação. Se o Criciúma perder para o ASA, o Furacão assume a vice liderança da Série B.

Histórico do confronto

Atlético e Goiás já se enfrentaram 33 vezes em toda a história, com vantagem rubro-negra no número de vitórias. O Furacão tem 13 vitórias enquanto os esmeraldinos conquistaram dez triunfos, mesmo número que o jogo terminou na igualdade.

No número de gols, vantagem também é do Atlético, que balançou marcou 48 vezes as redes esmeraldinas, enquanto a zaga atleticana foi vazada em 45 oportunidades.

Escalações
Goiás: Harlei; Vítor, Ernando, Valmir Lucas e Egídio; Amaral, Thiago Mendes, Ramon e Felipe Amorim; Ricardo Goulart e Walter.
Atlético*: Weverton; Maranhão, Cleberson, Luiz Alberto e Pedro Botelho; Deivid, João Paulo, Henrique, Elias; Marcão e Marcelo.
* Só o Atlético não foi confirmado.

Fique de olho: O Atlético deverá cuidar das subidas dos laterais Vitor e Egídio, e também dos arremates de média e longa distância de Vitor, Ramon e Felipe Amorim. Dentro da área, as atenções devem recair sobre Ricardo Goulart, que é rápido e ágil. Ricardo Goulart e Ramon são os artilheiros do Goiás, com sete gols cada. Maranhão terá muito trabalho com as boas subidas de Egídio que, além das subidas, tem sido o garçom do time goiano, com 21 assistências na temporada.

Caminhos da vitória: O Rubro-Negro deverá usar as subidas constantes de Vitor e Egídio para explorar os lados do campo. Mais uma vez a atuação de Pedro Botelho e Maranhão poderão ser decisivas. Um bom rendimento nas cobranças de faltas também pode ser o fator decisivo, já que os zagueiros goianos fazem inúmeras faltas durante o jogo.

Reportagem: Maurício Matsueda, especial para a Furacao.com



Últimas Notícias

Opinião

Um Athletico! Uma vida!

E lá se vão 49 anos. Isso aí, 49! Ano do Furacão! E como vivi esse Athetico! E como estou vivendo, feliz e não menos…