15 set 2012 - 13h53

Goiás e Furacão medem força na caça aos líderes

Donos das melhores campanhas do returno da Série B do Campeonato Brasileiro, Goiás e Atlético-PR jogam por um lugar no G-4. Os esmeraldinos, na terceira posição com 46 pontos, tentam se consolidar entre os primeiros colocados. Já o Rubro-Negro, ultrapassado pelo São Caetano – que venceu o América-RN na sexta-feira – tenta voltar ao grupo: ele ocupa o quinto lugar, com 43 pontos. O jogo está marcado para 16h (horário de Brasília) deste sábado, no Estádio Serra Dourada.

Embalados, Goiás e Atlético-PR são os melhores do segundo turno da competição. O time alviverde "lidera" com 13 pontos em cinco jogos, e o Rubro-Negro é o terceiro colocado do returno, 11 pontos (ele fica atrás do próprio Azulão, que tem um jogo a mais). O duelo, válido pela 25ª rodada, marca o reencontro do pupilo com o mestre. Enderson Moreira e Ricardo Drubscky têm, no currículo, trabalhos juntos no Venda Nova-MG, no América-MG, no Atlético-MG, no Ipatinga, no Cruzeiro e no próprio Furacão.

As escalações

Goiás: Enderson Moreira mantém apenas uma dúvida. Sem o experiente Iarley, suspenso, o atacante Walter ganha chance. Entretanto, o treinador revela preocupação com o desgaste físico do meia Felipe Amorim, que pode ser substituído por Renan Oliveira. O resto do time é o mesmo da vitória sobre o Criciúma, na última rodada. A escalação: Harlei; Vítor, Ernando, Valmir Lucas e Egídio; Amaral, Thiago Mendes, Ramon e Ricardo Goulart; Felipe Amorim (Renan Oliveira) e Walter.

Atlético: Ricardo Drubscky faz mistério e esconde o time. Na direita, Maranhão e Daniel disputam uma vaga. Na defesa, Naldo e Luiz Alberto concorrem a outra posição. O atacante Marcelo, após susto no treino de quinta-feira, está recuperado de dores no tornozelo e confirmado no time. O resto da equipe é a mesma da vitória sobre o CRB, na última terça-feira. A escalação: Weverton; Maranhão (Daniel, Naldo, Cleberson e Pedro Botelho; Deivid, João Paulo, Henrique e Elias; Marcelo e Marcão.

Quem está fora

Goiás: o atacante Iarley, suspenso pelo terceiro cartão amarelo, é a única baixa.

Atlético: os zagueiros Manoel e Bruno Costa, o volante Renan Foguinho e o meia Harrison estão em fase final de recuperação, e o lateral-esquerdo Welington Saci e o atacante Bruno Furlan seguem no departamento médico.

Fique de olho:

Goiás: no lateral-esquerdo Egídio. Ele tem 29 jogos pelo Goiás na temporada, com 21 assistências e oito gols. E, nos cinco jogos da Série B sem o camisa 6, nenhuma vitória do Esmeraldino. Contra um concorrente direto na luta pelo acesso, o jogador pode ser ainda mais importante.

Atlético: no atacante Marcelo. Ele soma 16 jogos na Série B e 25 na temporada. Ele é o artilheiro rubro-negro na Série B, com sete gols, e o quarto goleador no ano – atrás de Bruno Mineiro (com 15 gols), Guerrón (12) e Paulo Baier (11). Decisivo nas vitórias sobre Avaí, Boa Esporte e CRB, ele quer voltar a brilhar.

Números e curiosidades

* Entre Série A, Série B e Copa dos Campeões, são 36 confrontos entre Goiás e Atlético-PR, com 12 vitórias dos esmeraldinos, dez empates e 14 vitórias dos atleticanos, com 50 gols do time do centro-oeste e 52 dos paranaenses.

– O Goiás é o único time que invicto como mandante na Série B do Campeonato Brasileiro. Ele soma oito vitórias e quatro empates em 12 jogos. Já o Atlético-PR tem seis vitórias, um empate e cinco derrotas como visitante na competição.

* Apesar da invencibilidade, o Goiás tem só 17 gols – dos 38 gols marcados pela equipe no campeonato – como mandante. O Furacão, por outro lado, conta com a melhor defesa da Série B. Ele tem apenas 20 gols sofridos – empata com o Joinville no quesito.



Últimas Notícias

Fala, Atleticano

Insanidade

Louva-se o posicionamento do CAP em relação à atitude insana, egoísta e manipuladora do Flamengo, que chegou ao ponto de utilizar-se da peste alcançar seus…

Camisa preta edição especial.

Opinião

Viva a revolução!

Eu sou corneta. Confesso! Se o time vai mal, sou o primeiro a reclamar. Se o time vai bem, tem que melhorar. Se ganhou de…

Notícias

A evolução do Athletico

É inegável a evolução do rubro-negro. Desde a mudança no comando técnico, o Furacão vem evoluindo a cada jogo. Atualmente acumula quatro vitórias consecutivas. Além…