21 set 2012 - 13h09

Confira a análise tática do Ceará

Amanhã o Ceará vem a Curitiba para enfrentar o Atlético no seu novo Caldeirão, o Ecoestádio Janguito Malucelli. Em virtude da ausência de luz natural no Estádio, o jogo tem seu início programado para as 15h deste sábado (22). O jogo é válido pela 26ª rodada da Série B e a vitória é de fundamental importância para ambas as equipes que lutam para conquistar uma vaga no G4. Independente do placar do jogo, as duas equipes vão “secar” o São Caetano, que recebe o CRB no Anacleto Campanella. Em caso de vitória do Furacão, a equipe rubro-negra “torce” contra o São Caetano para terminar a rodada no G4. Caso o Vozão vença e o Azulão paulista seja derrotado, a diferença fica em apenas dois pontos para o G4.

O Ceará, treinado por PC Gusmão, vive uma boa fase na qual já conquistou seis jogos de invencibilidade. Na última rodada o Ceará bateu o Joinville por 4 a 3 em um jogo excelente, destacando o poder de reação da equipe cearense.

A principal novidade na escalação de PC Gusmão poderá ser o atacante Magno Alves na equipe titular, mesmo que ontem no final do treino da tarde o treinador tenha afirmado que o atacante não está 100%, mas existe uma chance dele começar a partida no 11 titular.

Já pelo lado do Furacão, o treinador Ricardo Drubscky não fez mistério e afirmou que vai manter a base do time que foi derrotado diante do Goiás. A única alteração é o retorno do zagueiro Manoel, que se recuperou de dores no tornozelo e treinou hoje pela manhã. Além dele, quem está ao menos relacionado para o jogo é o meia Felipe, que havia sentido dores no decorrer da semana, mas está liberado para compor o elenco rubro-negro neste importante duelo amanhã.

Escalações:
Atlético-PR*: Weverton; Maranhão, Manoel, Cleberson e Pedro Botelho; Deivid, João Paulo, Henrique e Elias; Marcelo e Marcão.
Ceará*: Fernando Henrique; Apodi, Daniel Marques, Luizão e Márcio Careca; Juca, João Marcos, Magno e Robston; Mota e Itamar.
*Escalação não confirmada pelos técnicos.

Fique de olho: A experiente dupla de ataque formada por Mota e Itamar tem se mostrado muito entrosada e, dos 41 gols marcados pela equipe cearense, é responsável por 18 deles, sendo 11 de Mota e sete de Itamar. Além disso, mais uma vez a cobertura da lateral rubro-negra será de fundamental importância, pois Apodi e Márcio Careca são laterais com vocação ofensiva e constantemente estão no campo de ataque. A bola parada será sempre um perigo, já que os zagueiros Daniel Marques e Luizão já marcaram seus gols neste Brasileirão.

Caminhos da vitória: O Atlético deverá usar toda a velocidade do seu setor ofensivo, pois a zaga do alvinegro cearense é uma zaga experiente, mas que conta com a falta de velocidade. Elias e Maranhão terão fundamental importância na criação das jogadas e Marcelo deverá aparecer mais por este lado do campo para buscar as finalizações.

Reportagem: Maurício Matsueda, especial para a Furacao.coml



Últimas Notícias

Notícias

Valeu, menino Rony!

Os olhos marejados não me deixavam apreciar o momento. A explosão em uma das maiores conquistas que já vivi, me faziam apenas ouvir um nome:…