17 abr 2013 - 11h43

Atlético testa força do Ecoestádio no mata-mata

O time principal do Atlético faz nesta quarta-feira às 19h30 seu segundo jogo em 2013. Será o primeiro em casa desde 24 de novembro de 2012. Agora o confronto é com o Brasil de Pelotas (RS), na partida de volta da 1ª fase da Copa do Brasil, no Ecoestádio Janguito Malucelli. No jogo de ida, em 3 de abril, o time paranaense venceu por 1 a 0.

Um empate é suficiente para o Atlético garantir a classificação para a 2ª fase, para enfrentar América (RN) ou Ji-Paraná (RO). O Brasil precisa vencer, marcando pelo menos dois gols. Se ganhar apenas por 1 a 0, a decisão será nos pênaltis – sem prorrogação.

Será a primeira vez que o Atlético disputará uma partida eliminatória – também chamada de “mata-mata” – no Ecoestádio. Em 2012, fez quatro jogos pela Copa do Brasil na Vila Capanema. A equipe principal do Furacão está invicta no estádio do J.Malucelli. Em 2012, teve nove vitórias e quatro empates nesse local. Foram quatro jogos pelo Paranaense e nove pela Série B. Em 2013, o sub-23 somou sete vitórias, três empates e uma derrota nesse campo, todos pelo campeonato estadual.

A previsão é de estádio lotado. Até terça-feira às 17 horas, 80% dos locais já haviam sido reservados pelos sócios.

O time pode ter novidades em relação ao jogo em Pelotas. A tendência é que o zagueiro Cleberson, recuperado de lesão, retorne à equipe na vaga de Luiz Alberto. O lateral-esquerdo Pedro Botelho, que estava suspenso naquele jogo, agora será titular no lugar de Léo.

Por estar na 1ª fase, o Atlético já ganhou R$ 300 mil de premiação. Se avançar, receberá mais R$ 300 pela 2ª fase. Na 3ª fase, o valor sobe para R$ 400 mil. Ou seja, apenas eliminando Brasil e América-RN (ou Ji-Paraná-RO) já garante R$ 1 milhão.

ATLÉTICO X BRASIL DE PELOTAS

Atlético: Weverton; Jonas, Manoel, Cleberson (Luiz Alberto) e Pedro Botelho; Deivid, João Paulo, Marcelo, Elias e Everton; Marcão. Técnico: Ricardo Drubscky

Brasil: Luiz Muller; Tiago Rannow, Cirilo, Fernando Cardozo e Edu Silva; Leandro Leite, Wender, Washington (Cleiton) e Canhoto; Alex Amado (Márcio Jonathan) e Brasão. Técnico: Rogério Zimmermann

Árbitro: Luiz Flavio de Oliveira (SP)
Local: Ecoestádio Janguito Malucelli, às 19h30

Reportagem de autoria do jornalista Silvio Rauth Filho, publicada originalmente no Jornal do Estado



Últimas Notícias

Torcida

Colecionadores da nossa paixão

Para alguns torcedores atleticanos, não basta apenas vestir a camisa por amor. É preciso guardar algumas, centenas delas num acervo particular, em coleções prá lá…

Torcida

As histórias por trás dos acervos

Cada colecionador é, de certa forma, guardião de um pedaço da história do clube. E cada coleção também acaba criando sua própria história. Nenhuma nasce,…