20 maio 2013 - 11h58

Com sexta maior receita do Brasil, Atlético é destaque

O resultado do balanço financeiro do Atlético em 2012 foi destaque em programa da CBN nacional deste final de semana. A edição deste domingo do CBN no Campo dos Negócios, apresentado por Carlos Eduardo Eboli e Amir Somoggi, tratou das receitas apresentadas pelos clubes brasileiros no último ano.

O Atlético figura em sexto lugar no ranking de maiores receitas no ano de 2012, superando clubes como Flamengo, Santos, Vasco e outros integrantes do eixo Rio-São Paulo. A posição do Rubro-Negro chamou a atenção do apresentador do programa, Carlos Eduardo Eboli, que pediu para Amir Somoggi explicar as razões pelas quais o Atlético aparece como um "intruso" entre as 12 principais forças do futebol brasileiro.

"Ele merece essa análise particular por dois motivos. Primeiro porque houve essa receita extraordinária, de R$ 123 milhões. Excluindo essa receita extraordinária, que não se repetirá nos próximos anos, ele faturaria R$ 89 milhões e estaria aí em décimo quarto lugar, apenas à frente do Coritiba, abaixo do Cruzeiro – quer dizer, na posição que tradicionalmente ele ocupa. Então, é uma receita extraordinária, especificamente ligada à sua Arena, e aí o ponto positivo para o Atlético Paranaense: todos sabem que o Atlético Paranaense se recusou a fazer qualquer parceria com empreiteiras do ponto de vista do investimento. Ele conseguiu se amarrar com o Poder Público do Estado do Paraná e da Prefeitura de Curitiba, e com isso ele conseguiu ser dono exclusivo da sua Arena. Quer dizer, isso vai impactar muito no futuro do clube, essa Arena que hoje fatura muito pouco, até porque está em obras, vai crescer muito proporcionalmente e tem a chance de só ela faturar o que o clube fatura hoje e isso em parte está muito ligado ao potencial que o clube tem hoje nas mãos. É um título que ele poderá negociar no mercado, graças a esse acordo com o Poder Público. O próprio Atlético Paranaense deixou muito claro que esses títulos foram utilizados como garantia para o BNDES para financiamento da sua Arena. Então, prova de que um clube bem administrado e com uma visão focada mais no longo prazo consegue se alavancar ao ponto de num ano conseguir estar à frente do Flamengo, que é o clube de maior torcida do Brasil, e entre os seis maiores clubes brasileiros", avaliou Somoggi.

Confira a íntegra do programa CBN no Campo dos Negócios deste domingo:



Últimas Notícias

Libertadores

É bom rever você, Walter!

Foram necessários apenas oito minutos em campo contra o Jorge Wilstermann e um único chute a gol para uma história ser coroada com choro, abraços…