10 jun 2013 - 12h49

Direção está satisfeita com o planejamento do futebol

A diretoria do Atlético está satisfeita com o desempenho do clube nas competições desta temporada. Com um time Sub-23, o Rubro-Negro foi vice-campeão paranaense. Com o time principal, está na terceira fase da Copa do Brasil e ocupa a 14ª colocação do Campeonato Brasileiro 2013.

Antes do jogo contra o Vitória, neste domingo, o presidente Mario Celso Petraglia comentou sobre o futebol do Atlético em 2013 – no momento do comentário, o time estava em 12º lugar, com cinco pontos em quatro rodadas.

Petraglia ponderou que a diretoria ainda não pode fazer investimentos maciços em futebol em função das obras da Arena da Baixada e admitiu que a equipe é praticamente a mesma do ano passado: "Claro que nós não tivemos, pelas condições óbvias, de prorrogação de jogarmos na Arena, por não termos crescido o número de associados que esperamos, receitas, rendas, bilheterias, não tivemos condições de enriquecer o nosso time, que é praticamente o mesmo time do ano passado com alguns reforços pontuais".

Nesse cenário, ele elogiou o desempenho do Atlético até o momento. "Estamos muito satisfeitos pela programação deste ano. Primeiro os meninos do Sub-23, que chegaram às finais do Campeonato Paranaense, um time jovem, na média de idade de 20 anos, que tiveram oportunidade de mostrar o futebol em 24 partidas, e alguns já foram incorporados ao grupo principal. Todos sabem e sabíamos do calendário deste ano em função da Copa das Confederações e reservamos o time principal para a Copa do Brasil e Brasileiro", comentou.

Brasileirão

O presidente rubro-negro gostou do desempenho do Atlético nos primeiros jogos do Brasileirão 2013 e lembrou que os principais frutos do planejamento diferenciado serão vistos nos próximos meses.

"Estamos satisfeitos porque jogamos bem os quatro primeiros jogos, além dos jogos da Copa do Brasil, onde estamos na 3ª fase. Não obtivemos as vitórias que poderíamos ter tido em dois jogos, que ganhávamos por 2 a 0, contra Cruzeiro em casa, infelizmente em um campo difícil e sem condições, e o jogo e Joinville contra o Flamengo, e mais a vitória contra Ponte. Jogamos muito bem. No primeiro jogo (contra o Fluminense) não estava no Brasil e não vi, fui ver a final da Champions League, mas vi o teipe e o time jogou muito bem. No campo estamos tendo retorno e a forma dentro do planejado. Mas nós veremos o resultado desta política implementada no primeiro semestre, esta programação e planejamento que fizemos, no final, quando entrar em 50, 60 partidas", concluiu.



Últimas Notícias

Libertadores

É bom rever você, Walter!

Foram necessários apenas oito minutos em campo contra o Jorge Wilstermann e um único chute a gol para uma história ser coroada com choro, abraços…