8 ago 2013 - 0h29

“É uma vitória do grupo”, reforça Paulo Baier

Ídolo, herói, comandante, maestro. Adjetivos não faltam na hora de se resumir a importância e o significado de Paulo Baier no time do Atlético. Com espírito agregador, o jogador fez questão de compartilhar com todo o grupo a importância da vitória por 1 a 0 sobre o Bahia, na noite desta quarta-feira (07), na Vila Capanema, dividindo os méritos entre todos do elenco.

“É uma vitória do grupo. Todo mundo corre, se dedica, estão de parabéns todos os jogadores”, sintetizou o jogador, herói do jogo ao marcar o gol que garantiu a vantagem no placar.

Este foi o 9º jogo de Baier no Brasileiro deste ano, o quinto como titular – já que o ex-técnico do time, Ricardo Drubscky, preferiu manter Baier em diversos jogos no banco de reservas. “Quero agradecer [ao Mancini] pela oportunidade de poder voltar, pela confiança”, enfatizou.

Nessa quarta-feira, Baier marcou seu segundo gol no Brasileirão 2013 e o quarto dele pelo Atlético na temporada – também balançou a rede em jogos pela Copa do Brasil, contra Brasil de Pelotas e Paysandu. “Estou bem fisicamente, podendo ajudar fazendo gol ou dando assistência. Fico feliz de ajudar o clube que tanto gosto e espero construir uma história bonita aqui. Não vou parar, vou jogar este ano e o próximo ainda, tomara que seja aqui [no Atlético]”, disse o meia de 38 anos e que chegou ao clube em 2009.

Com a bagagem de ser um dos atletas mais experientes do atual grupo, Baier destacou o comprometimento e a união do time neste momento. “Vamos devagar, é a cada passo, cada jogo. Nosso grupo é fechado, unido, todos trabalham com o objetivo de crescer e subir na profissão. Que no final [do campeonato] a gente consiga uma coisa muito bacana”, projetou.

A importância do Maestro também foi ressaltada pelo técnico Vagner Mancini, que elogiou o comportamento de Bair tanto dentro de campo quanto nos bastidores. “O Baier tem uma história aqui dentro, foi autor do gol decisivo [contra o Bahia], tem aceitação dos atletas e nos ajudado muito. Além do contato de campo, treinamento, temos muitas conversas para pontuar algumas coisas, ele tem ajudado bastante”, disse Mancini.



Últimas Notícias

Fala, Atleticano

Insanidade

Louva-se o posicionamento do CAP em relação à atitude insana, egoísta e manipuladora do Flamengo, que chegou ao ponto de utilizar-se da peste alcançar seus…

Camisa preta edição especial.

Opinião

Viva a revolução!

Eu sou corneta. Confesso! Se o time vai mal, sou o primeiro a reclamar. Se o time vai bem, tem que melhorar. Se ganhou de…

Notícias

A evolução do Athletico

É inegável a evolução do rubro-negro. Desde a mudança no comando técnico, o Furacão vem evoluindo a cada jogo. Atualmente acumula quatro vitórias consecutivas. Além…