25 ago 2013 - 21h21

Mancini elogia atuação e afirma: "Mudamos a atitude"

Se a vitória sobre o então líder do campeonato e o ingresso no G4 já são motivos de sobra para os atleticanos comemorarem neste domingo (25), para o técnico Vagner Mancini há ainda mais uma razão para se destacar após a vitória por 2 a 0 sobre o Botafogo: o equilíbrio tático do Furacão.

Na entrevista coletiva após a partida, o treinador não economizou elogios à atuação do time, principalmente pelo mesmo nível nas ações em campo durante todos os 90 minutos. “Os atletas se dedicaram, talvez tenha sido a melhor partida do Atlético em termos de performance, o time não oscilou em campo”, elogiou.

Outro ponto destacado por Mancini foi a atitude dos atletas, que segundo ele é o grande diferencial em comparação ao time que iniciou a competição e chegou a figurar durante várias rodadas na zona de rebaixamento. “Hoje tem de sobra a ganância por vencer. Você não pode mesmo fora de casa perder a ganância pela vitória, desde que você seja solidário e responsável em campo”, disse.

Confira os principais pontos abordados por Vagner Mancini na entrevista coletiva após a vitória por 2 a 0 sobre o Botafogo:

MELHOR ATUAÇÃO DO TIME ATÉ AQUI
“Os atletas se dedicaram, talvez tenha sido a melhor partida do Atlético em termos de performance, o time não oscilou em campo. O elenco está de parabéns pela determinação, pela postura em campo. O torcedor saiu do estádio sabendo que tem uma equipe que luta por cada centímetro do campo.”

VALORIZAÇÃO DO ADVERSÁRIO
“O adversário nos exigiu muito, marcamos o tempo inteiro, jogamos senão não passaríamos do meio-campo. O Botafogo tem muita organização tática, nesse sentido o Atlético evoluiu, a performance tem que ser mais apurada diante de equipes mais fortes.”

SAÍDA DO REBAIXAMENTO PARA ENTRAR NO G4
“Mudou a atitude em campo, o equilíbrio da equipe, jogamos de forma mais organizada. Mudou porque os atletas entenderam que deveria ser dessa forma, a gente cobra performance em termos táticos e de equilíbrio. Isso é diferencial num campeonato muito igual, foi uma arrancada maravilhosa, todos aqui sabem o quanto foi difícil e por isso tem que ser muito valorizada.”

ENTRAR NO G4 PARA FICAR
“A gente pensa dessa forma, não foi fácil chegar até aqui e a gente pensa em ficar. É cedo nesse sentido [pensar em Libertadores], mas temos que sonhar, o sonho faz parte daquele que chega lá na frente, não se sente acomodado e empurra o objetivo lá em cima. Hoje tem de sobra a ganância por vencer. Você não pode mesmo fora de casa perder a ganância pela vitória, desde que você seja solidário e responsável em campo.”



Últimas Notícias

Opinião

Libertadores, estamos aqui

Do alto da nossa sétima participação na Copa Libertadores da América, temos que reconhecer que já temos muita história para contar: da primeira participação, via…