4 set 2013 - 21h29

Bola na rede e peixe na tarrafa

“Lugar de peixe é dentro do aquário!”. Foi no embalo do torcedor atleticano que o Furacão armou uma arapuca para o Santos, ao atraí-lo ao campo de ataque e jogar nos contra-golpes, e venceu o time paulista por 2 a 1 na noite desta quarta-feira (04), na Vila Capanema. Os heróis da noite foram Marcelo e Marco Antônio, que marcaram ainda no primeiro tempo e garantiram os três pontos para o rubro-negro e a vice-liderança no Brasileirão. Emerson diminuiu para os paulistas no finalzinho do jogo.

Com a vitória, o Furacão soma 33 pontos na classificação, alcançando a segunda posição beneficiado pela derrota do Grêmio, ontem, por 2 a 0 para o Goiás. O placar positivo aumenta também a invencibilidade atleticana no Brasileirão, que agora chega a 11 partidas, com oito vitórias e três empates.

Na próxima rodada o Atlético vai ao Rio de Janeiro, onde enfrenta o Vasco, no domingo (08), às 18h30, em São Januário.

Arapuca armada e 2 a 0 no placar

Arrasador, o Atlético começou o jogo no ataque e não demorou para chegar ao gol. Logo aos 6 minutos, João Paulo roubou no meio e tocou curto para Paulo Baier, que lançou Marcelo. Mostrando oportunismo, o atacante ganhou da defesa e chutou alto, vencendo o goleiro Aranha e fazendo 1 a 0 para o Furacão. “A equipe toda está de parabéns pelo que vem apresentando nos jogos. [No lance do gol] foi uma jogada rápida em que tirei do Léo e fiz o gol", resumiu o atacante.

Atrás no placar, o Santos partiu para o ataque, aproveitando alguma desatenção da defesa atleticana e esbarrava nas boas defesas de Wéverton, que salvou duas vezes, primeiro no chute de Cícero e depois na cabeçada de Durval.

Se o time santista ia para o ataque, caiu na arapuca de dar o contra-ataque ao Rubro-Negro, que quando chegava próximo à área levava perigo contra a meta santista. O segundo gol saiu aos 37’: Paulo Baier cobrou a falta levantando a bola na área, Luiz Alberto tentou duas vezes, parando no goleiro santista, mas no segundo rebote a bola sobrou para Marco Antônio que chutou de primeira para fazer 2 a 0. Este foi o primeiro gol de Marco Antônio com a camisa atleticana em seu terceiro jogo pelo clube – o primeiro como titular.

Administrando o placar e pressão no final

Consistente ofensivamente e objetivo em campo, o Atlético foi no ritmo do torcedor para cima do Peixe na etapa final. Logo aos 6 minutos, Éderson recebeu na área e bateu forte, mas Aranha espalmou e conseguiu a defesa. Pouco depois, aos 10’, foi a vez de Marcelo receber bom lançamento e chutar firme, pela linha de fundo.

Assim como no primeiro tempo, o Atlético tentou puxar o Santos para o campo de ataque e passou a administrar o placar. Os visitantes chegaram com perigo aos 40’: no cruzamento para a área atleticana, Tiago Ribeiro cabeceou com perigo e acertou a trave. Um minuto depois, Emerson tabelou com Thiago Ribeiro e recebeu, batendo na saída de Weverton para diminuir o placar.

No final, o Rubro-Negro ainda teve que suportar a pressão santista para sair de campo com os três pontos e chegar à vice-liderança.

%ficha=996%



Últimas Notícias

Fala, Atleticano

Insanidade

Louva-se o posicionamento do CAP em relação à atitude insana, egoísta e manipuladora do Flamengo, que chegou ao ponto de utilizar-se da peste alcançar seus…