28 set 2013 - 19h40

Confira a análise tática do Vitória

No final da tarde deste domingo, o Furacão receberá o Vitória em partida válida pela 24ª rodada da Série A do Campeonato Brasileiro, partida que fará o fechamento da rodada. O Furacão entrará em campo buscando manter a invencibilidade na Vila Capanema nesta temporada, além de tentar se aproximar do líder Cruzeiro. Enquanto isso, o Vitória quer os três pontos para se aproximar da zona de classificação para a Taça Libertadores da América.

Ney Franco, treinador do Vitória, terá oito desfalques para o duelo de amanhã. O Rubro-Negro baiano não contará com o lateral Mansur, o zagueiro Fabrício, os volantes Luis Alberto, Caceres, Michel e Neto Coruja. Os últimos desfalques ficam por conta dos atacantes André Lima e Maxi Biancucchi. Por conta da ausência de volantes no time principal, o recém-contratado Luiz Gustavo será titular com menos de uma semana de treinamentos com a equipe baiana.

Mesmo com todos esses desfalques, Ney Franco já declarou que vem até Curitiba para buscar os três pontos e espera contar com a boa fase do meio-campista Renato Cajá e do atacante Dinei. Ney treinou durante a semana no 4-1-3-2 com Luiz Gustavo atuando mais recuado e deixando Renato Cajá, Escudero e Leílson com liberdade para buscar o ataque e a jogada rápida.

O time baiano tem mostrado que sabe jogar em velocidade, mas prefere cadenciar o jogo e trabalhar a bola, usando a qualidade de passe de Escudero e Cajá para achar os buracos no setor defensivo do adversário. O ataque do Vitória deverá ser formado por Marquinhos e Dinei, com o jovem Marquinhos flutuando pelas duas pontas do ataque baiano. Enquanto isso, Dinei atuará como referência.

Caso queira surpreender e forçar a jogada aérea, Ney Franco entrará em campo com dois atacantes mais lentos, mas que mostram qualidade na jogada aérea. Assim, Dinei continuaria no time titular, mas Marquinhos daria lugar ao Alemão, que chegou ao Vitória no início de agosto.

Pelo lado atleticano, Vagner Mancini não poderá contar com Cleberson e Marco Antônio vetados pelo departamento médico do Furacão, além de Willian Rocha, que só retorna aos gramados em 2014. O último desfalque do time rubro-negro é o lateral-direita Léo, que recebeu o terceiro cartão amarelo e tem vínculos com o Vitória, e dará o lugar para Jonas. A principal dúvida fica na escalação de Deivid ou Bruno Silva como primeiro volante.

Escalações
Atlético: Weverton; Léo, Manoel, Luiz Alberto e Pedro Botelho; Deivid, João Paulo, Everton e Fran Mérida (Paulo Baier); Éderson e Marcelo.

Vitória*: Wilson; Ayrton, Victor Ramos, Kadu e Juan; Luiz Gustavo, Renato Cajá, Escudero e Leilson; Marquinhos (Alemão) e Dinei.

* Escalações não foram confirmadas pelos técnicos.

Fique de olho: Na velocidade do atacante Marquinhos, além do bom posicionamento e da boa fase que vive o ex-atleticano Dinei. Renato Cajá e Escudero precisam de atenção especial em arremates de média distância e podem dar muito trabalho para Wéverton e também para todo o sistema defensivo do Furacão.

Caminho da vitória: Contra-ataques pelos lados. Ayrton e Juan gostam de subir ao ataque e Ney Franco dá essa liberdade para que auxiliem na criação ofensiva, mas encontram problemas na hora de recompor defensivamente. Jonas e Botelho podem fazer um bom jogo e criar as principais oportunidades de gol para o Furacão.



Últimas Notícias