25 out 2013 - 15h18

Furacão perde mais um mando de campo no Brasileirão

Denunciado pela Procuradoria do STJD pelo arremesso de uma pedra no gramado da Vila Capanema, no jogo contra o Vitória, o Atlético foi julgado nesta sexta-feira (25) e perdeu um mando de campo e foi punido com multa de R$ 20 mil.

Incluso no artigo 213 do CBJD, o clube corria o risco de perder o mando de campo de até dez partidas, além de receber multa de até R$ 100 mil.

Com a decisão, o Furacão não deve jogar contra o Náutico na Vila Capanema, só voltando a jogar na Vila Capanema na última rodada, contra o Vasco da Gama. O Atlético ainda deverá ser julgado pela pedra atirada na partida contra o Goiás. Na ocasião, o árbitro carioca Péricles Bassols Cortez relatou na súmula do jogo as paralisações durante o duelo por bombas e confusões nas arquibancadas do estádio Serra Dourada, além do arremesso de uma pedra por parte da torcida do Atlético.

Sendo assim, o Furacão corre o sério risco de não jogar mais em Curitiba no Campeonato Brasileiro.

Outras punições

O Atlético já foi julgado pelo STJD neste mês por incidentes causados pela torcida. O clube foi punido pela 5ª Comissão Disciplinar com dois jogos fora de seus domínios em razão de brigas entre as torcidas organizadas e o arremesso de um isqueiro no clássico contra o Coritiba.

Na última quarta-feira (23), o Atlético informou que cumprirá a punição do clássico nos jogos contra o Internacional e São Paulo em Joinville, na Arena Joinville.



Últimas Notícias

Opinião

Guenta os Coxa

Foram, são e serão sempre os nossos rivais. Sim, temos que “guentar os coxas”. Hoje pode parecer fácil, mas não é. No rugby aprende-se muito…