O Fala, Atleticano é um canal de manifestação da torcida do Atlético. Os textos abaixo publicados foram escritos por torcedores rubro-negros e não representam necessariamente a opinião dos responsáveis pelo site. Os autores se responsabilizam pelos textos por eles assinados. Para colaborar com um texto, clique aqui e siga as instruções. Confira abaixo os textos dos torcedores rubro-negros:
2 nov 2013 - 9h36

Os gaúchos falam demais!

Os dois times entraram em campo com o objetivo claro de não tomar gols. Isto ficou bem evidente. Acima de qualquer outra vontade, a ordem era para não levar gols. Manoel e Luiz Alberto entenderam muito bem o recado. O Grêmio tomou um gol. Logo, Mancini saiu de campo mais satisfeito que o Renato Gaúcho.

Aliás, o técnico gaúcho saiu de campo mais irritado pela presença da sua filha no estádio usando um traje inadequado para o ambiente, que pela derrota para o Atlético. Onde já se viu, ir ao estádio de futebol usando fio dental? Isso não é vestimenta (ou quase nenhuma) em cima do corpo para aquele ambiente cheio de marmanjos de olhares gulosos. Garanto que ela deve ter levado umas boas palmadas ao chegar em casa.

Voltemos ao jogo: havia nítida vontade por parte dos dois técnicos de não levar gol. O Atlético procurou-o mais. Mas não contava em sua equipe com nenhum elemento capaz de bater no peito e dizer: “deixa comigo”! Everton bem que tentou, mas os gaúchos vieram bem fechadinhos. Não queriam ir-se de Curitiba mais arrombados que já estavam, pois já haviam tomado de 4 dos coxinhas. Ontem o Pará jogou a favor do Grêmio. Azar nosso e sorte dos “coxinhas”.

O ponto alto do jogo foi a atuação da nossa torcida. Sensacional! Não parou um minuto sequer. Esta sim nunca abandona. Não fosse a ação suicida por parte de alguns vândalos, que gostam de aparecer, nós poderíamos ter mais quatro jogos na Vila Capanema. Embora já tivesse enchido o saco de tanto falar desses “pulhas”, não podemos deixar cair no esquecimento a “defecada” realizada por eles. A conta poderá ser alta demais.

Ainda espero uma reação enérgica por parte do nosso presidente Mario Celso Petraglia. Aliás, ele sempre dizia: “não tenho medo de lobisomem, porque ele sabe pra quem aparece”! Conhecendo o nosso presidente como o conheci, posso lhes garantir, caros amigos, que a coisa não vai ficar barato. As consequências da insensatez cometida pelos meliantes vestidos de vermelho e preto em nosso estádio também não ficará barato.

A frase cantada que se ouvia ontem no estádio era “Arerê, gaúcho veste bota e fala tchê”! Os gaúchos garantem que reverterão o resultado em Porto Alegre. Papudos como eles são, estão certos de que enfiarão 5 gols no Atlético. Eles só precisarão combinar tal intento com Weverton, Léo, Manoel, Luiz Alberto, Deivid, Juninho, João Paulo e com os demais jogadores nossos que estarão em campo.

Houve uma época em que o Grêmio impunha mais temor. Naquele tempo o Renato Gaúcho atuava dentro do campo. Hoje o Grêmio já não inspira medo. Respeito sim, mas medo não. Os gaúchos falam demais!!



Últimas Notícias

Torcida

Domingo é decisão

A partir das 11h do próximo domingo dia 16 de fevereiro, Athletico e Flamengo se enfrentam no estádio Mané Garrincha em Brasília em jogo único…

Opinião

Tamanho

Conheci Jasper em Santiago há alguns anos. Holandês de nascença, já era cidadão do mundo fazia algum tempo e morava no Chile há alguns meses.…