27 nov 2013 - 0h01

De Maringá, família de Marcelo deseja sorte ao Furacão

O atacante Marcelo vai contar com uma torcida especial em Maringá, cidade a 1.288 km do Rio de Janeiro, onde o Furacão enfrenta hoje o Flamengo na final da Copa do Brasil. Autor do gol atleticano no jogo da ida, na Vila Capanema, ele terá o apoio de seus familiares, que estarão concentrados na partida mais importante do ano para o Atlético.

Quem garante foco total na partida de hoje é Fábio Cirino, irmão de Marcelo. Ele garante não ter nenhum tipo de ritual quando assiste aos jogos do Atlético, mas sempre faz as tradicionais orações para que o time consiga êxito dentro de campo. A maioria dos jogos ele está acompanhando pela televisão, mas algumas das partidas conseguiu acompanhar em Curitiba, prestigiando de perto o irmão mais novo.

Na opinião de Cirino, o Furacão merece estar onde chegou, na segunda colocação do Campeonato Brasileiro e na final da Copa do Brasil. “O time melhorou muito de produção após a chegada do Vagner Mancini e começou a mostrar um futebol muito bom, por isso é merecedor de estar onde está hoje”, opinou.

Na torcida pelo Atlético, ele aproveitou para deixar uma mensagem especial a Marcelo. “Gostaria de falar a meu irmão que ele continue sendo esta pessoa maravilhosa que ele é com a família, e que estamos todos aqui orando e torcendo por ele. Vamos torcer muito para que ele possa fazer outro gol, levando o time a ser campeão da Copa do Brasil. Estamos muito felizes por ele ter realizado o sonho dele de ser um jogador profissional”, disse.

Por fim, Cirino também fez questão de mandar uma mensagem de apoio ao time de Vagner Mancini. “Desejo boa sorte para o time e espero que eles tragam a taça de campeão para compartilhar junto com a torcida atleticana, que é fenomenal. Que Deus abençoe cada jogador, comissão técnica, enfim, todos que trabalham no clube”.

A dona do coração do camisa 7

Quem também está na expectativa para a final é a jovem Isadora Biazin, noiva do atacante, que vai torcer de Maringá por mais uma bela apresentação do jogador. “Estaremos todos aqui em Maringá torcendo por ele, com muito orgulho independente do resultado. Desejo que o time faça o que sabe e principalmente continue o bom futebol que vem apresentando e assim conquistaremos o título”, disse.

Isabela, que disse usar a camisa com o nome do jogador quando assiste aos jogos, acredita que o clube mereceu chegar onde está. “Fiquei muito feliz que o time chegou à final e acho que eles mereceram pelas boas partidas e pela vontade que estão mostrando em campo. Desejo que o Marcelo faça uma boa partida e dê o seu melhor”, disse a noiva.



Últimas Notícias

Libertadores

É bom rever você, Walter!

Foram necessários apenas oito minutos em campo contra o Jorge Wilstermann e um único chute a gol para uma história ser coroada com choro, abraços…