25 dez 2013 - 17h47

Julgamento do recurso ficou para 2014

O Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) só vai julgar em 2014 a apreciação do recurso apresentado pelo Atlético, sobre a punição de mandos em decorrência da briga nas arquibancadas da Arena Joinville, no próximo ano. Anteriormente a pauta seria discutida no dia 27, sexta-feira.

De acordo com o advogado do Atlético, Domingos Moro, também foi adiada a tentativa da agremiação carioca de impugnar a partida, "modificando-lhe o resultado, ao tentar ‘transformar’ uma derrota numa vitória, ou uma vitória numa derrota", escreveu em sua coluna no portal Paraná-Online. "Restringir-me-ei, portanto, à oração de defesa nº 3.458. Ufa!", referindo-se aos incidentes da partida na Arena Joinville.

Ainda de acordo com o advogado, a pauta de julgamentos apresenta apenas quatro processos: um da Portuguesa (referente à perda de pontos sobre a escalação de jogador irregular e consequente rebaixamento à segunda divisão), do Flamengo (também com a perda de pontos referente à escalação de jogador irregular), um do Cruzeiro (sobre escalação duvidosa de atleta) e o recurso do Vasco que insiste na impugnação da partida.

"Então preparemo-nos, pois o cenário está posto! E preparemo-nos com extremado cuidado, pois o Vasco é conhecido popularmente como o ‘time da virada", disse Moro, que ainda emendou: "Fiquemos todos muito atentos, pois são muitos os interesses e os interessados nos últimos julgamentos de 2013, que poderão alterar muitos panoramas".

Pela confusão entre torcedores organizados nas arquibancadas de Joinville, o Atlético foi punido com a perda de 12 mandos de campo, sendo seis com portões fechados, e uma multa de R$ 120 mil.



Últimas Notícias

Opinião

Aha, uhu, o Maraca é nosso!!!

Toda a pessoa que se diz apaixonada por futebol deve um dia conhecer o Estádio Jornalista Mário Filho, mais conhecido como Maracanã e ontem meu…

Notícias

Cadê a torcida?

As médias de público do Athletico vem diminuindo ano a ano desde a reinauguração da Baixada pós Copa do Mundo e de maneira mais forte depois…