17 mar 2014 - 23h21

Conselho aprova Arena como garantia para financiamento

Os conselheiros do Atlético aprovaram, por unanimidade, nesta segunda-feira (17) a inclusão da própria Arena da Baixada como garantia ao BNDES para um novo financiamento, no valor de R$ 65 milhões, que servirá para viabilizar a última etapa de obras no estádio visando a Copa do Mundo de 2014. Outro tema aprovado pelo conselho foi a prorrogação em mais um ano do mandato da diretoria – mas essa decisão será ainda apreciada em Assembleia Geral dos sócios atleticanos, realizada provavelmente daqui 2 meses.

A decisão foi em reunião extraordinária do Conselho Deliberativo, na noite desta segunda-feira, num hotel em Curitiba, com a participação de 150 integrantes do atual conselho.

A oneração real da Arena para a complementação do financiamento das obras de reforma do estádio era o primeiro item da pauta e foi aprovada por unanimidade entre os conselheiros presentes. Vale lembrar que além da Arena, o Atlético já deu como garantias para outros financiamentos o CT do Caju e a verba do direito de transmissão do Campeonato Brasileiro.

Com a garantia do estádio, o BNDES deve liberar nos próximos dias parte ou a totalidade da verba de R$ 65 milhões, necessária para a fase final das obras no estádio. O orçamento final das obras é de R$ 330 milhões, com previsão de finalização dos trabalhos em 30 de abril de 2014.

Prorrogação do mandato

Outro item da pauta era sobre a prorrogação do mandato da diretoria do clube em um ano – passando de 3 para 4 anos o mandato da atual gestão. A proposta também foi aprovada por unanimidade entre os conselheiros e agora será submetida à Assembleia Geral de sócios – que poderão votar a favor ou contra a proposta.

Pelo estatuto atleticano, o mandato da atual gestão se encerrara em dezembro de 2014, mas a proposta do Conselho é de estender a gestão em mais um ano, até dezembro de 2015. Segundo informações do jornal Gazeta do Povo, a Assembleia Geral deverá ocorrer em até 60 dias.

Outro ponto a ser discutido pelo clube é a revisão e reforma do Estatuto Social, que deverá ser tema de uma reunião específica conforme artigo 8º do atual estatuto: “O presente Estatuto somente poderá ser reformando, no todo ou em parte, por resolução do Conselho Deliberativo em reunião extraordinária especialmente convocada para tal fim.”



Últimas Notícias

Copa do Brasil

Vamos, Ó Meu Furacão…

O Athletico vive situação delicada no Brasileirão, na zona de rebaixamento. A equipe buscava reagir – eram oito jogos sem triunfos (três empates e cinco…

Copa do Brasil

Em defesa do título

Pouco mais de um ano depois de levantar a taça da Copa do Brasil, o Athletico retorna à competição no confronto pelas oitavas de final,…