26 mar 2014 - 6h54

Confira a análise tática do Vélez Sarsfield

Na noite desta quarta-feira (26), o Furacão entrará em campo para receber o Vélez Sarsfield, na Vila Capanema. A partida vale a liderança do Grupo 1, tanto para o Rubro-Negro quanto para a equipe argentina.

Oscar Flores, técnico da equipe argentina, terá um importante desfalque para a partida da quinta rodada. O comandante técnico do Fortín não poderá contar com o atacante Mauro Zárate, que ficou na Argentina para recuperar-se de uma sobrecarga muscular e deverá ser substituído por Roberto Nanni.

Além da ausência garantida de Zárate, o técnico ainda tem uma dúvida sobre a composição defensiva do Vélez. Fernando Tobio e Facundo Cardozo brigam pela vaga de titular para comporem o sistema defensivo ao lado de Sebá Dominguez.

Para a partida desta quarta-feira, a expectativa é que a torcida atleticana lote as dependências do Estádio Durival Britto e Silva. E a equipe argentina já sabe de todo o poder da torcida rubro-negra, quando apóia a sua equipe e que incentivará durante os noventa minutos do embate diante dos argentinos.

Sem inventar muito, Oscar Flores deve manter o padrão tático que já foi visto na partida no Estádio José Amalfitani, quando o Fortín superou o Furacão. A disposição tática deverá acontecer no mesmo 4-2-2-1-1, que atuou na Argentina. Allione e Romero serão os homens de proteção logo a frente do sistema defensivo e deverão deixar Cabral e Canteros livres para poderem criar as jogadas ofensivas do Vélez. Lucas Pratto continua sendo o atacante de referência será o homem de referência do ataque argentino e deixará Roberto Nanni como atacante móvel, buscando o jogo junto aos meio-campistas e buscando jogar com passes rápidos ao lado de Pratto.

O Vélez não entrará em campo para jogar buscando o empate. A equipe argentina usará a sua solidez defensiva como um dos pilares para que o time possa buscar o ataque, sabendo que seu sistema defensivo não está desguarnecido.

Escalações*:

Atlético-PR: Weverton; Sueliton, Manoel, Cleberson e Natanael; Deivid (João Paulo), Paulinho Dias e Mirabaje (Fran Mérida); Douglas Coutinho, Bruno Mendes e Éderson.

Vélez Sarsfield: Sosa; Cubero, Sebá Dominguez, Fernando Tobio (Facundo Cardozo) e Papa; Allione, Romero, Cabral e Canteros; Roberto Nanni e Lucas Pratto.
*Escalações não confirmadas pelos técnicos.

Fique de Olho: Cabral e Canteros. Sem a referência de Marco Zárate no ataque argentino, os meio-campistas serão de fundamental importância para do Vélez. Além disso, Lucas Pratto requer atenção, pois [e um centroavante nato, dos quais só precisa de uma boa oportunidade para conseguir marcar.

Caminho da vitória: Com a proposta de manter os três atacantes, a equipe atleticana precisará de uma transição defesa-ataque para tentar surpreender o sólido sistema defensivo argentino e ter boas oportunidades para arrematar ao gol de Sosa.



Últimas Notícias

Opinião

Libertadores, estamos aqui

Do alto da nossa sétima participação na Copa Libertadores da América, temos que reconhecer que já temos muita história para contar: da primeira participação, via…