28 mar 2014 - 0h11

É hora de voltar para casa!

Está chegando a hora de reencontrar o Caldeirão! Um reencontro marcado por ansiedade, expectativa e, principalmente, orgulho. Orgulho de ver a casa, enfim, finalizada. Orgulho de saber que será lá, daqui pouco mais de 2 meses, os jogos da Copa do Mundo. E, principalmente, orgulho de saber que a nova Arena da Baixada entra definitivamente no seleto grupo das arenas mais modernas do mundo. E ela é nossa!

O primeiro jogo-teste na nova Arena será neste sábado (29), às 15 horas, entre Atlético e J. Malucelli, ainda com público reduzido, para 10 mil pessoas, entre operários da obra e alguns sócios sorteados pelo clube. O jogo marca o fim de uma espera de 27 meses desde a última partida realizada na Arena, no dia 18 de dezembro de 2011, nas festividades de comemoração dos 10 anos do título de Campeão Brasileiro de 2001, reunindo os times campeões de 2001 e de 1995.

Com o jogo-teste deste sábado, a Arena da Baixada se torna o 10º estádio brasileiro da Copa a realizar algum evento pré-Mundial – apenas o Itaquerão, em São Paulo, e a Arena Pantanal, em Cuiabá, ainda não receberam testes. Esses eventos são uma exigência da Fifa para observar o funcionamento das arenas em situações semelhantes às de uma partida oficial.

E, ao entrar na nova Baixada, os atleticanos serão surpreendidos com um estádio totalmente reformulado e com status de um dos melhores estádios do país. Vários pontos já estão concluídos e poderão ser observados em primeira mão pelos presentes: a nova cobertura, os dois telões posicionados atrás dos gols, o gramado, sistema de som e refletores da área do campo. A estrutura de receptivo de atletas e vestiários também estão prontos.

Também já foram instaladas 25 mil cadeiras, com previsão de término na instalação dos 43.981 assentos até 30 de março. Banheiros, áreas de acessibilidade e futuras lanchonetes também estão quase finalizados.

Acompanhe o status da obra [foto: site oficial; arte: furacao.com]


Os pontos que agora merecem maior atenção são na parte externa, onde serão instaladas as estruturas temporárias com estandes de patrocinadores, catracas de acesso e área de integração, além do prédio metálico de acesso às áreas vips e área de imprensa, última etapa a ser finalizada de acordo com o cronograma, com previsão de entrega em 20 de abril.

No total, as obras na Arena custaram R$ 330 milhões, com previsão de finalização até 30 de abril – 15 dias antes do prazo final dado pela Fifa. A casa atleticana será palco de quatro partidas da Copa do Mundo: Irã x Nigéria, no dia 16 de junho; Honduras x Equador, no dia 20 de junho; Austrália x Espanha, no dia 23 de junho; e Argélia x Rússia, no dia 26 de junho.



Últimas Notícias

Libertadores

É bom rever você, Walter!

Foram necessários apenas oito minutos em campo contra o Jorge Wilstermann e um único chute a gol para uma história ser coroada com choro, abraços…