21 jun 2014 - 11h28

Equador bate Honduras e sonha com classificação

Em uma noite fria, Curitiba recebeu as seleções de Honduras e do Equador em jogo válido pela segunda rodada da Copa 2014. A partida foi movimentada, com 6 gols marcados, mas apenas 3 validados.

Nas arquibancadas, pessoas do mundo inteiro se juntaram a muitos atleticanos para bater o recorde de público que havia sido alcançado na partida entre Irã e Nigéria: 39.224 pagaram ingresso para ver o jogo.

A partida

O jogo começou com ambas as equipes partindo para cima, buscando a vitória que não veio na primeira rodada para poder sonhar mais alto com a classificação para a segunda fase.

A primeira grande oportunidade foi do Equador e daquele que seria o artilheiro da noite. Após receber lançamento longo aos 19 minutos, Enner Valencia ficou cara a cara com o goleiro Noel Valladares, mas chutou para fora. Honduras deu a resposta pouco depois, mas Víctor Bernárdez cabeceou para fora após cobrança de escanteio.

A torcida presente no Caldeirão teve de esperar até os 31 minutos para, finalmente, gritar gol em uma partida de Copa do Mundo. Após lançamento longo da defesa, o zagueiro equatoriano Jorge Guagua errou no corte, e a bola sobrou limpa para Carlos Costly fuzilar no canto baixo do goleiro Alexander Domíguez. Primeiro gol na Baixada e primeiro gol de Honduras em uma Copa do Mundo após 32 anos!

Porém, a festa hondurenha durou apenas três minutos. Após arrancada, Juan Paredes chutou cruzado e a zaga apenas observou a bola passar. O único a se movimentar foi o avante Enner Valencia, que correu em direção à bola, já à caminho da linha de fundo, e tocou para o fundo do gol adversário.

Nos acréscimos, o primeiro dos três gols anulados. Brayan Beckeles fez a jogada e cruzou para Costly, que finalizou na trave. No rebote, Jerry Bengston fez o gol. O árbitro anulou o tento alegando toque de mão de Bengston, porém, tanto Jerry quanto Costly estavam impedidos no lance e o impedimento não foi marcado pelo bandeira.

A segunda etapa teve início com Honduras indo para cima, e logo no primeiro minuto Domínguez foi obrigado a fazer uma bonita defesa, realizando uma ponte no canto esquerdo alto, após chute de Beckeles.

Após um início rápido, a partida caiu, as duas equipes passaram a disputar a bola no meio campo e as chances se tornaram escassas. O panorama começou a mudar aos 16, quando Costly, em impedimento, tocou para Bengston fazer o gol. Gol anulado por Benjamin Willians.

Do segundo gol anulado até o segundo validado se passaram quatro minutos, até que a estrela do artilheiro Valencia voltasse a brilhar. Aos 20, Walter Ayoví bateu falta pela esquerda e Enner, livre de marcação, testou para o fundo das redes de Valladares. Segundo na partida e o terceiro na Copa do atacante equatoriano, agora um dos artilheiros do Mundial.

Honduras se lançou ao ataque enquanto o Equador apostava em bolas longas, principalmente para Antonio Valencia. E foi em uma jogada de Antonio Valencia que o terceiro gol anulado surgiu. O ponta equatoriano roubou a bola da defesa hondurenha e rolou para Enner Valencia marcar novamente, porém, o árbitro viu um toque de mão de Antonio e anulou a jogada.

Com o fim da partida, o Grupo E fica embolado pela segunda vaga. O Equador fica na segunda colocação, atrás da França que venceu seus dois jogos, com os mesmos 3 pontos da Suíça, mas com 0 de saldo enquanto os suíços possuem -2 neste critério. Já Honduras continua sem fazer pontos e com saldo -4. A última rodada do grupo terá o confronto entre Equador x França e Honduras x Suíça, com todas as seleções ainda podendo se classificar.

Já a Arena da Baixada fica na espera de seu próximo jogo, que será às 13h da próxima segunda-feira, 23. A partida entre Austrália e Espanha antes despertava grande interesse de todos, porém, agora será apenas a despedida das duas seleções da competição. O estádio atleticano ainda receberá na próxima quinta-feira, 26, a partida entre Argélia e Rússia.

FICHA TÉCNICA:
HONDURAS 1 X 2 EQUADOR

Local: Arena da Baixada, em Curitiba (PR)
Data: 20 de junho de 2014, sexta-feira
Horário: 19 horas (de Brasília)
Público: 39.224 pessoas
Árbitro: Benjamin Willians (AUS)
Assistentes: Matthew Cream e Hakan Anaz (ambos AUS)
Cartões amarelos: Beckeles e Bengtson (HON); Antonio Valencia, Enner Valencia e Montero (EQU)
Gols: Honduras – Costly, aos 31 do primeiro tempo; Equador – Enner Valencia, aos 34 do primeiro tempo e aos 20 do segundo tempo

HONDURAS: Valladares; Beckeles, Bernárdez, Figueroa e Izaguirre (Juan Carlos Garcia); Claves, Garrido (Mario Martinez), Boniek Garcia (Marvin Chavez) e Espinoza; Bengtson e Costly. Técnico: Luis Fernando Suárez

EQUADOR: Domínguez; Paredes, Guagua, Erazo e Ayoví; Minda (Gruezo), Noboa, Antonio Valencia e Montero (Achilier); Enner Valencia e Caicedo (Edison Mendez). Técnico: Reinaldo Rueda



Últimas Notícias

Opinião

Libertadores, estamos aqui

Do alto da nossa sétima participação na Copa Libertadores da América, temos que reconhecer que já temos muita história para contar: da primeira participação, via…