10 ago 2014 - 18h47

Coutinho previu: "vou matar a partida"

Vivendo ótima fase no Atlético, o atacante Douglas Coutinho não se abalou com a opção do técnico Doriva que, na partida contra o Botafogo, neste domingo (10), deixou o artilheiro da equipe no banco.

Substituindo Cléo aos 29 minutos do segundo tempo, Coutinho entrou bem em campo e, em menos de 20 minutos, conseguiu deixar sua marca e se aproximar ainda mais da artilharia do Campeonato Brasileiro.

Aos 47 minutos da etapa final o atacante recebeu lançamento de Marcos Guilherme, conduziu a bola em direção à área, dribou o goleiro Jefferson e marcou um belo gol, dando números finais à partida. Depois do jogo, Coutinho comentou a jogada e revelou ter previsto a jogada:

"Trabalho a semana toda para nessas ocasiões ter tranquilidade para tirar do goleiro ou tirar do goleiro e fazer o gol. Ele [o técnico] conversou durante a semana, para eu ter foco, ele sabe da cabeça que eu tenho. Trabalhei sério para continuar ajudando e não desmerecendo quem entrou no meu lugar. Se vencer, vence todo mundo. O atleta tem que ter esse pensamento, se não o time não chega a lugar nenhum. Minha fase está excelente, fui no banco porque brinquei e disse que ‘vou matar a partida, fazer o gol’. Por isso fui comemorar com eles", contou.

Com o gol marcado na partida, Coutinho chegou a sete no Brasileirão, um a menos que o artilheiro do campeonato, Ricardo Goulart, do Cruzeiro.



Últimas Notícias

Torcida

Colecionadores da nossa paixão

Para alguns torcedores atleticanos, não basta apenas vestir a camisa por amor. É preciso guardar algumas, centenas delas num acervo particular, em coleções prá lá…

Torcida

As histórias por trás dos acervos

Cada colecionador é, de certa forma, guardião de um pedaço da história do clube. E cada coleção também acaba criando sua própria história. Nenhuma nasce,…