6 set 2014 - 0h55

Relembre fatos históricos de 100 anos da Baixada

Inauguração

No dia 06 de Setembro de 1914, o Internacional inaugurou oficialmente a Baixada jogando contra o Flamengo. O time carioca ganhou de 7×1 e a partida contou com mais de 3 mil espectadores, o maior registrado até então na cidade de Curitiba.

Santos Dumont

Em 28 de maio de 1916 a Baixada recebia um convidado muito especial: Alberto Santos Dumont, o pai da aviação. Ele esteve em Curitiba e foi assistir ao festival esportivo do Internacional.

Olavo Bilac

Em 1917 foi a vez do escritor Olavo Bilac estar na Baixada durante um festival organizado também pelo Internacional em sua homenagem.

Rádio na Baixada

No começo da década e 30 (1934) Aristacho Silva narrou na Baixada a primeira transmissão radiofônica esportiva do Paraná. Ele se acomodou no alto de um eucalipto e acompanhou o clássico Atletiba, que terminou empatado em 1 x 1.

Em 1940…

Na década de 40 o Atlético recebeu grandes times do Brasil. Grêmio, Botafogo e Fluminense foram abatidos pelo belo plantel da época. Contra os gaúchos o rubro-negro venceu por 2 x 1. O Fogo foi apagado por 3 x 2 e tricolores cariocas perderam por 5 x 2.

Abelhas africanas

Em 25 de março de 1972 o Atlético jogava contra o Jandaia. A partida já estava 6 x 0 para o rubro-negro quando aos 30 minutos do 2º tempo o trio de arbitragem e os jogadores se atiraram no chão. Um enxame de abelhas africanas veio da direção do gol dos fundos, por trás dos pinheiros, e se localizou no campo de jogo. Foram cinco minutos de correria até que as abelhas foram embora e o jogo pôde prosseguir.

À venda?

Na década de 70 o Atlético pensou em vender a Baixada porque estava atolado em dívidas. Por incrível que pareça o público tinha se afastado do time e as rendas eram muito baixas. A negociação foi levada ao conselho, que vetou a transação.

São Ziquita

A Baixada foi palco de um dos momentos mais inusitados da história do futebol paranaense. Em 05 de novembro de 1978. Atlético jogava contra o Colorado, na Baixada, e vinha sendo goleado impiedosamente por 4 a 0. Foi quando o atacante Ziquita resolveu mostrar que rubro-negro é quem tem raça. Faltando poucos minutos para o final do jogo, ele marcou quatro gols e, de quebra, mandou uma bola no travessão. A partida terminou empatada por 4 a 4 e Ziquita se tornou um herói da torcida atleticana. Até hoje, o feito é lembrado por torcedores que estiveram presentes na Baixada.

Em 1978, Ziquita fez quatro gols e entrou para a história [foto: arquivo]


Diarréia na Baixada

Em 1983 o Furacão jogava contra o Campo Grande, em partida válida pelo Campeonato Brasileiro. O árbitro Dulcídio Vanderlei Boschilia pediu licença aos dois capitães e deu um pique até o vestiário, voltando dois minutos depois, “aliviado”. Boschilia interrompeu a partida porque sentiu dor de barriga e precisou ir ao banheiro. Amado pelas torcidas, foi aplaudido enquanto voltava ao gramado.

De mudança

O Atlético fez no dia 14 de julho de 1986 a última partida na Baixada antes de se mudar para o Pinehirão. O jogo contra o Cascavel terminou empatado por 0x0 e apenas 1.602 torcedores compareceram ao jogo. O clube tinha projetos de construir ali sua sede social, substituindo o estádio por canchas e piscinas.

O retorno

Depois de oito anos amargando o Pinheirão, o clube voltou à Baixada no dia 22 de maio de 1994. O jogo contra o Flamengo teve como herói Ricardo Blumenau. Ele fez o gol do Atlético aos 43 do segundo tempo.

A Baixada em pacotes

Com a demolição da Baixada, em 1997, para a construção da Arena, a diretoria empacotou restos do estádio em saquinhos e vendeu as raridades por R$5. Filas eram vistas na sede do clube para a compra dos pedaços de tijolo e concreto.

Copa do Mundo

No dia 21 de maio de 2014, o Atlético entregou oficialmente a Arena para a FIFA. No estádio, foram realizados quatro jogos do Mundial 2014: Irã 0x0 Nigéria, Equador 2×1 Honduras, Austrália 0x3 Espanha e Argélia 1×1 Rússia. Em quatro jogos, 156.991 pessoas passaram pela Arena e puderam ver oito gols. O maior público também foi na partida dos campeões mundiais, com 39.375 torcedores. O estádio foi apontado pelo Comitê Organizador Local (COL) como a melhor sede da primeira fase da Copa do Mundo no Brasil em questões como transporte, segurança, infraestrutura e mobilidade.

Fonte: Hot Site dos 80 anos do Atlético – Furacao.com



Últimas Notícias

Notícias

A evolução do Athletico

É inegável a evolução do rubro-negro. Desde a mudança no comando técnico, o Furacão vem evoluindo a cada jogo. Atualmente acumula quatro vitórias consecutivas. Além…