22 fev 2015 - 20h47

Inofensivo, Atlético perde no Couto Pereira

O primeiro Atletiba desta temporada foi marcado pela iniciativa de selar a paz que partiu de ambas as diretorias. Com uma campanha ressaltando a rivalidade e não a inimizade, os times entraram em campo neste domingo (22) no Couto Pereira pelo Campeonato Paranaense. Entretanto, para a torcida rubro-negra o resultado foi um velho conhecido. Com uma atuação apática, o Atlético perdeu por 2 a 0 o primeiro clássico do ano.

Placar adverso e pouca reação rubro-negra

As equipes iniciaram a partida um tanto nervosas, abusando das faltas e dos passes errados. Logo aos 9 minutos o Coritiba abriu o placar. Carlinhos fez jogada pela esquerda, tocou para Rafhael Lucas que chutou no canto esquerdo de Macanhan. Coritba 1 a 0.

O Atlético tentou se organizar em campo e chegou ao ataque com lance pela esquerda de Bruno Pelissari. Ele tocou para Gustavo Marmentini que chutou para fora. Mas foi o Coritiba que manteve o controle do jogo. Em cobrança de falta, João Paulo cruzou para a área, Luccas Claro tentou, Macanhan defendeu e Alan Santos foi no rebote. Coritiba 2 a 0.

Na tentativa de se recuperar no placar, o Atlético começou a se organizar e reagir. Tomou o controle da posse de bola, mas pecava nas finalizações, sem conseguir levar perigo ao gol de Vaná. A melhor chance do Rubro-Negro diminuir o placar aconteceu aos 42 minutos. Após cruzamento de Gustavo Marmentini, Crysan apareceu no meio da área e cabeceou para fora. O Coritiba ainda teve chance de ampliar o placar com Luccas Claro, mas o primeiro tempo terminou em 2 a 0 para o time alviverde.

Furacão inofensivo e derrota consolidada

O Furacão retornou do intervalo com uma alteração: Bruno Mota no lugar de Guilherme Batata. Sem muita precisão, o segundo tempo começou morno para as duas equipes. Aos 15 minutos o Rubro-Negro teve nova chance de diminuir com cruzamento de Bruno Pelissari para Crysan que foi desarmado.

Enquanto o Coritiba tentava administrar o resultado, o Atlético demonstrava pouco poder de reação. As alterações do técnico Marcelo Vilhena não fizeram efeito e a partida seguiu com poucas emoções. O Atlético tocava a bola, mas cada vez que se aproximava do ataque era desarmado ou ainda finalizava sem levar nenhum perigo ao gol alviverde. Aos 39 minutos, o Coritiba teve oportunidade de aumentar a vantagem, mas parou nas boas defesas de Macanhan.

Com a derrota, o Atlético termina a rodada em oitavo lugar na classificação do Campeonato Paranaense. O próximo desafio do Rubro-Negro será na quinta-feira, na Arena da Baixada, frente ao Foz do Iguaçu.

%ficha=1091%



Últimas Notícias

Torcida

Colecionadores da nossa paixão

Para alguns torcedores atleticanos, não basta apenas vestir a camisa por amor. É preciso guardar algumas, centenas delas num acervo particular, em coleções prá lá…