1 jun 2015 - 19h39

STJD denuncia Walter e Atlético; julgamento será dia 08

O Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) denunciou o Atlético e o atacante Walter por incidentes no jogo do último 24 de maio, na Arena da Baixada, com a vitória rubro-negra por 1 a 0 sobre o Atlético-MG. O clube foi denunciado por ações da torcida e pode ser multado e perder mando de campo. Já o jogador foi denunciado em dois artigos por ofensa e conduta contrária à disciplina e corre risco de punição com suspensão de até 12 jogos (somados os dois artigos) e multa.

Todas as denúncias foram baseadas na súmula do árbitro Thiago Duarte Peixoto (ASP-FIFA / SP). O julgamento será na próxima segunda-feira, dia 08 de junho, às 17 horas, no Rio de Janeiro.

O Atlético foi denunciado por infração ao artigo 213, inciso I § 1º (deixar de prevenir e reprimir desordens), com punição que vai de multa que varia de R$ 100 a R$ 100 mil, além de perda de mando de campo. Segundo o relatório, “após o término da partida e na saída da equipe de arbitragem do campo de jogo, no acesso para os vestiários, foi observada várias cusparadas em direção da equipe de arbitragem vindas da torcida mandante, Clube Atlético Paranaense, não atingindo nenhum integrante da equipe de arbitragem. Esclareço que tal fato foi imediato reprimido pela segurança do clube Atlético Paranaense”, escreveu o árbitro.

Já Walter foi denunciado em dois artigos 243-F por ofensa e 258 por atitude contrária à disciplina e ética desportiva, com pena prevista de suspensão por quatro a seis partidas e multa de até R$ 100 mil ao primeiro artigo e de suspensão por até seis jogos no segundo artigo. Segundo o relato do árbitro “aos 41 minutos do segundo tempo, o atacante Walter recebeu o vermelho direto por ter se dirigido ao quarto árbitro dizendo: “você não viu a falta, está fazendo o que aí, não serve para nada vai tomar no seu c*”.” O árbitro ainda acrescentou descrevendo que após a expulsão, Walter foi até o árbitro da partida e disse: ““c*, p* o que você está fazendo, que marra do c* apita essa p* você apitou aonde? ”.

Apesar da reação do jogador, a expulsão do atacante atleticano gerou uma série de protestos na semana passada, inclusive na imprensa nacional. Isso porque Walter não tinha sequer o cartão amarelo e teria inicialmente reclamado com o quarto árbitro de uma cotovelada que recebeu – e a falta não foi marcada, num erro claro da arbitragem de Thiago Duarte Peixoto, que durante o jogo também não demonstrou critérios na aplicação dos cartões – foram quatro amarelos e um vermelho para atletas do Furacão e nenhum para jogadores do Galo.



Últimas Notícias

Notícias

Sem tempo a perder

Depois da derrota pela partida de ida pelas semi-finais da Copa do Brasil, o Athletico junta os cacos e se prepara para voltar a atuar…