6 jun 2015 - 23h54

Não para, não para, não para!

Para se manter no topo da tabela do Brasileirão, o Atlético entrou em campo neste sábado (6) diante de quase 17 mil torcedores na Arena. Do outro lado o Vasco da Gama, adversário pressionado pelo mau início de campeonato e que veio a Curitiba determinado a dificultar a vida do time de Milton Mendes e arrancar um bom resultado.

Mesmo criando as melhores oportunidades e não sofrendo grandes riscos, o Furacão desperdiçou chances com Walter e Giovanni no primeiro tempo e penou para conquistar os três pontos. Quem abriu o caminho da vitória foi Nikão, de pênalti, aos 14 minutos da etapa final. E já no apagar das luzes, aos 46, Ytalo recebeu assistência primorosa de Walter e marcou um golaço, fazendo o Caldeirão explodir em alegria e dando números finais ao confronto.

Com mais um resultado positivo dentro de casa, o Atlético alcançou a expressiva marca de 15 pontos em seis rodadas e segue na liderança isolada do Campeonato Brasileiro. Agora, o Rubro-Negro se prepara para encarar o Grêmio no próximo domingo (14), em Porto Alegre, para manter a boa fase. O tricolor gaúcho foi derrotado pelo São Paulo, também por 2 a 0, e ocupa uma posição intermediária na tabela.

O ENGENHEIRO
Mantendo a regularidade, Walter foi mais uma vez o grande destaque do Furacão, organizando as jogadas ofensivas e construindo boas oportunidades. Tentou várias vezes e não conseguiu marcar seu gol. Então, resolveu servir e deu um lindo passe para Ytalo fechar o placar na Arena. Um camisa 18 que joga como 10 saiu de campo ovacionado pela torcida.

ABAIXO DA MÉDIA
Por outro lado, Natanael não conseguiu render o mesmo que vinha rendendo nas partidas anteriores e voltou a demonstrar um futebol sofrível. Errou muito tanto no ataque quanto na defesa e saiu machucado na segunda etapa.

FESTIVAL DE CARTÕES
Mais uma vez, o número de cartões amarelos distribuídos pela arbitragem foi grande. Foram sete ao todo, quatro para o Atlético, que na partida contra o Grêmio vai ter três jogadores pendurados: Eduardo, Weverton e Nikão receberam seus segundos e terão que se cuidar para não desfalcarem o time no clássico contra o Coritiba.

OS GOLS
1 x 0 – 14’/2º: Nikão. Em cobrança de escanteio, Gustavo teve a camisa puxada acintosamente pelo zagueiro adversário. Pênalti para o Atletico, que Nikão bateu com personalidade para abrir o placar na Baixada.
2 x 0 – 46’/2º: Ytalo. Já no final da partida, com o Vasco se atirando para o ataque em busca do empate, o Furacão aproveitou o contragolpe. Weverton lançou Eduardo, que tocou para Walter. O camisa 18 dominou e passou para Ytalo, que ajeitou a bola e mandou um chutaço, na gaveta de Charles. Um golaço!

PRÓXIMOS JOGOS:
Grêmio x Atlético, domingo (14), às 16h00, na Arena do Grêmio
Atlético x Coritiba, domingo (21), às 16h00, na Arena da Baixada
Ponte Preta x Atlético, domingo (28), às 16h00, no Moisés Lucarelli

%ficha=1113%



Últimas Notícias

Torcida

Colecionadores da nossa paixão

Para alguns torcedores atleticanos, não basta apenas vestir a camisa por amor. É preciso guardar algumas, centenas delas num acervo particular, em coleções prá lá…

Torcida

As histórias por trás dos acervos

Cada colecionador é, de certa forma, guardião de um pedaço da história do clube. E cada coleção também acaba criando sua própria história. Nenhuma nasce,…