3 jul 2015 - 11h07

Raio-X do Furacão após 10 rodadas

Pode-se olhar para o atual momento e perceber que a situação agrada. Pode-se olhar para o futuro e perceber que ainda faltam 28 rodadas até o término do campeonato. Mas também se pode olhar para trás e perceber que a campanha do Atlético até o momento é surpreendente e positiva.

Após o fechamento da 10ª rodada com os jogos de quinta a noite (dia 02 de julho), o Furacão subiu uma posição em relação à rodada passada, indo da 6ª para a 5ª colocação. Ao todo são 19 pontos, obtidos com 6 vitórias e um empate. O Furacão foi derrotado ainda 3 vezes, todas fora de casa, tendo no geral aproveitamento de 66,3%.

O ataque é o 3º mais efetivo tendo marcado 15 gols (Atlético Mineiro marcou 21 e Sport 18) e a defesa sofreu 10 gols, número inferior somente as do Sport, Corinthians e Palmeiras que foram vazadas 8 vezes. Até o momento o clube utilizou 21 jogadores nas 10 partidas disputadas e o artilheiro segue sendo o meia atacante Nikão com 4 gols.

Do time base do começo do ano, o atual Atlético tem um total de seis mudanças. Eduardo, Otavio, Hernani e Nikão conquistaram a titularidade tendo atuado também no estadual, enquanto Ytalo e Walter chegaram já para os torneios nacionais. O camisa 18 é sem dúvida o grande reforço do ano e rapidamente ganhou a liderança do elenco a simpatia do torcedor atleticano.

A torcida atleticana também faz bonito, pois mesmo o clube possuindo o ingresso individual médio mais caro do Brasil (R$ 150), a média de público na Baixada é a 6ª da competição, com 16.594 pessoas por jogo. O maior público até o momento foi no tropeço no clássico Atletiba com 26.773 pagantes e o menor na estreia em casa diante do Internacional, ainda com a grande desconfiança da torcida devido ao primeiro trimestre caótico da equipe, quando somente 10.499 pagantes foram ao Joaquim Américo prestigiar a goleada por 3 X 0 diante do campeão gaúcho.



Últimas Notícias

Torcida

Colecionadores da nossa paixão

Para alguns torcedores atleticanos, não basta apenas vestir a camisa por amor. É preciso guardar algumas, centenas delas num acervo particular, em coleções prá lá…

Torcida

As histórias por trás dos acervos

Cada colecionador é, de certa forma, guardião de um pedaço da história do clube. E cada coleção também acaba criando sua própria história. Nenhuma nasce,…