20 jul 2015 - 19h11

Um senhor camisa 5

Quando o capitão Dunga erguia a taça de Campeão do Mundo na Copa dos EUA, o jovem alagoano Otavio Henrique Passos Santos tinha pouco mais de dois meses. Logicamente pouquíssimo tempo para cravar que também seria na posição de volante que ele encontraria seu futuro como jogador de futebol profissional. No clube desde as categorias de base, onde chegou a jogar de lateral direita, Otavio teve somente em 2015, agora com 21 anos de idade, sua real a efetiva oportunidade no elenco principal e vem se destacando com números altamente positivos.

Titular desde a terceira rodada na vitória diante do Galo após confirmada a contusão do então titular Deivid, Otavio não deixou escapar a oportunidade. Já naquela partida o jovem volante teve a dura missão de ajudar a parar um meio campo criativo e habilidoso com Dátolo e Luan, além de ajudar na marcação sobre os sempre perigosos Thiago Ribeiro e Lucas Pratto. A partir daquela suava vitória a titularidade da camisa 5 coube a Otavio que deu qualidade à saída de bola ao lado de outro garoto da base, o meia Hernani.

Otavio possui um invejável aproveitamento de passes, tendo acertado até agora 508 deles, com um índice de aproveitamento de mais de 75%. Ele é também o terceiro jogador que mais acerta dribles, atrás somente do lateral Eduardo, do meia Nikão e do atacante Walter. Por participar ativamente do jogo, correndo e iniciando a distribuição das jogadas, acaba sendo o segundo jogador que mais sofreu faltas no elenco, com 14, somente 3 abaixo do armador Nikão. Tudo isso sem deixar de cumprir a primordial “missão” de um bom volante que é o combate, pois ele é o segundo jogador que mais desarmou no campeonato, com 56 botes certeiros, perdendo somente para Leandro Silva do Figueirense com 59.

Entretanto o faz com um baixo índice de faltas, tendo cometido somente 14 até o momento, dando média inferior a uma por partida e tendo recebido dois cartões amarelos, um diante do Grêmio e outro na sua estreia contra o Atlético Mineiro. No futebol moderno, cada vez mais dinâmico e plural, Otavio dá mostras de sua capacidade, marcando e defendendo com a mesma eficiência que o faz iniciando as jogadas ofensivas, driblando e dando passes certos e lançamentos precisos para municiar o setor de criação do time. Com seu futebol de efetividade, o camisa 5 atleticano se tornou peça primordial do esquema do treinador Milton Mendes.

com informações do site Footstats e Globo.com



Últimas Notícias

Fala, Atleticano

Novo “Timoneiro”

Sim.. Estava na cara.. Eduardo Barros, apesar de muito promissor e ser Sim, um nome para treinar a equipe rubro negra.. Ainda estava “Cru” e…