21 jul 2015 - 11h25

Furacãozinho nas quartas de final da Taça BH

Na tarde desta segunda-feira o Sub-17 do Furacão foi até a Arena do Jacaré, em Sete Lagos-MG, enfrentar a equipe do Cruzeiro em partida válida pelas oitavas de final da Taça BH 2015 e não decepcionou, venceu o time mineiro e avançou à próxima fase da competição. Após um 0 a 0 durante os 90 minutos as equipes tiveram que decidir quem avançaria para a próxima fase, através da "loteria" dos pênaltis. E o Rubro-Negro levou a melhor vencendo por 4 a 2.

Agora os garotos rubro-negros terão três dias de preparação para encarar o Flamengo na próxima sexta-feira (24) em partida válida pelas quartas de final da Taça BH.

O JOGO

Após um primeiro tempo bem disputado onde ambas equipes procuravam o gol mas esbarravam na defesa adversária, e que teve o Furacãozinho com as melhores oportunidades tendo inclusive um gol anulado do meia Riuler aos 17 minutos, o jogo permaneceu em igualdade até o fim da primeira etapa.

No segundo tempo as equipes continuaram com intensidade nas jogadas, nas quais Vander e Higor criavam pelo lado celeste enquanto Murillo e Marcelo contra-golpeavam pelo lado Rubro-Negro. Todavia o jogo permaneceu com o zero no placar e foi assim até o apito final, fazendo com que a partida fosse para a disputa de pênaltis.

E após as cobranças de penalidades, as quais o goleirão Juliano se destacou pegando duas delas, o Furacãozinho venceu o Cruzeiro e avançou para a próxima fase. Marcelo, Renzo, Matheus Anjos e Zé Marcos converteram as cobranças para equipe atleticana, enquanto Victor e João Guilherme tiveram suas cobranças defendidas pelo goleiro Rubro-Negro.

Vale ressaltar que o arqueiro Rubro-Negro foi convocado recentemente para a Seleção Brasileira sub-17 para a disputa do Torneio de Suwon Cup, preparatório para o Mundial da categoria, e é mais uma das promessas Rubro-Negras para o futuro.

EQUIPES
Cruzeiro: Lucão, Victor, Ronaldo, Gustavo e João Guilherme; Nonoca, César, Vander (Petrulio) e Gabriel Henrique (Paulinho; Marcelo Júnior e Raphael (Higor).
Técnico: Rodrigo Fonseca
Atlético Paranaense: Juliano; Marcos Moser, Daniel, Zé Marcos e Renan; Riuler, Igor, Renzo e Julian (Matheus Anjos); Marcelo e Murillo (Mello).
Técnico: Gustavo Silva



Últimas Notícias

Libertadores

É bom rever você, Walter!

Foram necessários apenas oito minutos em campo contra o Jorge Wilstermann e um único chute a gol para uma história ser coroada com choro, abraços…