9 set 2015 - 23h00

Sem brilho, sem vontade e sem vitória

A combinação de um futebol pouco inspirado, às vezes até descompromissado com a vitória e preguiçoso foi praticamente fatal para o Atlético nesta quarta-feira (09). Jogando um futebol bem abaixo daquele que já encantou o torcedor, o Rubro-Negro apenas empatou em 1 a 1 com o fraco Figueirense no Orlando Scarpelli, em Santa Catarina, e desperdiçou a chance de voltar ao G4 do Brasileirão.

Os gols do jogo saíram no primeiro tempo: o Furacão abriu o placar aos 40’, com Walter finalizando após cobrança de escanteio de Nikão que Kadu desviou de cabeça, mas cedeu o empate dois minutos depois, após pênalti cometido por Vilches que Clayton bateu bem para empatar.

Com o resultado, o Atlético se mantém na 5ª posição, com 38 pontos, mas pode cair uma posição, caso o Flamengo vença o Cruzeiro, nesta quinta-feira (10) no Maracanã.

DESTAQUE POSITIVO: Walter Não é à toa que ele é o principal destaque rubro-negro no Brasileirão. Mesmo com o jogo morno e com uma atuação sem brilho do Atlético, bastava Walter tocar na bola que uma jogada de perigo se formava. Foram dos pés dele que saíram as melhores jogadas atleticanas em campo, além do gol marcado no primeiro tempo.

ERRO PRIMÁRIO: O Atlético teve muitas dificuldades no toque de bola, tanto que em 90 minutos regulamentares, os comandados por Milton Mendes erraram 53 passes – em média um passe errado a cada um minuto e meio de bola rolando!

OS GOLS
0x1- 40’/1º: Walter – Na cobrança de escanteio de Nikão, Kadu desvia de cabeça e Walter, de carrinho, pega a sobra para abrir o placar.

1×1- 42’/1º: Clayton – Yago invade a área e Vilches chega atrasado e comete o pênalti. Na cobrança, Clayton bate rasteiro, desloca o goleiro Weverton e empata o jogo.

PRÓXIMOS JOGOS: Vasco (fora), Grêmio (casa, mas no Couto Pereira) e Coritiba (fora).

%ficha=1133%



Últimas Notícias

Fala, Atleticano

Insanidade

Louva-se o posicionamento do CAP em relação à atitude insana, egoísta e manipuladora do Flamengo, que chegou ao ponto de utilizar-se da peste alcançar seus…