4 out 2015 - 21h44

“Temos uma equipe jovem, mas com potencial", diz Borges

Foi usando a identificação que tem com o clube, com um currículo de três passagens pelo Atlético quando jogador e dois títulos Estaduais, em 1983 e 1985, que Cristóvão Borges apresentou seu cartão de visitas ao torcedor rubro-negro. E foi além, chamando a torcida para ajudar na recuperação do time no Campeonato Brasileiro – o Atlético não vence há sete rodadas e vem de uma sequência de cinco derrotas na competição.

“A torcida do Atlético é maravilhosa. Desde que eu era jogador, sei da importância deles, que jogam junto e empurram. Isso influencia muito e intimida o adversário. É difícil jogar na Arena e será muito bom ter a torcida ao nosso lado”, disse o novo comandante em entrevista ao site oficial.

Ele se apresenta ao Atlético nesta segunda-feira (5) e terá no tempo um triunfo para este início de trabalho. Devido às Eliminatórias para a Copa, o Brasileirão ficará interrompido até o dia 14 e nesses nove dias Borges terá tempo para apresentar aos atletas sua filosofia de trabalho. “Nos meus últimos trabalhos, a assimilação foi rápida. Então tenho certeza que esse tempo nos ajudará e será importante para a adaptação dos jogadores”, ressaltou. O Furacão volta a campo no dia 14 de outubro (quarta-feira), contra o Cruzeiro, na Baixada.

Com a sensação de quem “volta para casa”, o novo técnico diz que sempre quis muito participar do projeto atleticano. “Estou muito feliz. Sempre tive essa vontade de treinar o Atlético Paranaense. Eu vi o crescimento do clube e essa evolução. Sempre quis participar disso”, contou. “Vejo o Atlético com uma filosofia de futuro, moderna. Estou muito contente com essa oportunidade e vamos trabalhar juntos”, acrescentou.

Sobre o time, ele sabe que a principal responsabilidade é retomar o caminho das vitórias, no Brasileiro e também na Sul-Americana, torneio que o Atlético enfrenta na próxima fase o Sportivo Luqueño, dia 21 de outubro. “Temos uma equipe jovem, mas com potencial. Espero que as coisas se encaixem bem”, concluiu.



Últimas Notícias

Fala, Atleticano

Insanidade

Louva-se o posicionamento do CAP em relação à atitude insana, egoísta e manipuladora do Flamengo, que chegou ao ponto de utilizar-se da peste alcançar seus…

Camisa preta edição especial.

Opinião

Viva a revolução!

Eu sou corneta. Confesso! Se o time vai mal, sou o primeiro a reclamar. Se o time vai bem, tem que melhorar. Se ganhou de…

Notícias

A evolução do Athletico

É inegável a evolução do rubro-negro. Desde a mudança no comando técnico, o Furacão vem evoluindo a cada jogo. Atualmente acumula quatro vitórias consecutivas. Além…