O Fala, Atleticano é um canal de manifestação da torcida do Atlético. Os textos abaixo publicados foram escritos por torcedores rubro-negros e não representam necessariamente a opinião dos responsáveis pelo site. Os autores se responsabilizam pelos textos por eles assinados. Para colaborar com um texto, clique aqui e siga as instruções. Confira abaixo os textos dos torcedores rubro-negros:
29 nov 2015 - 10h10

Não é fácil ser atleticano, mas também não é difícil

Confesso que não é fácil ser torcedor atleticano, eu em particular vejo desta forma. Pelo menos depois de 1995 ficou assim para mim, antes até era tranquilo, apesar da pobreza absoluta em âmbito patrimonial, no futebol era uma riqueza de ver os jogadores em campo. Lembro do Ziquita que marcou quatro gols nos instantes finais de uma partida dada como perdida para o Colorado, e por pouco ele não virou o jogo.

Este é um exemplo que tenho guardado em minha memória do nosso futebol do passado, outro exemplo foi os jogadores de 1983 na final estadual contra o Colorado no Couto Pereira, e vi o grupo empatar e virar o jogo, vencendo o adversário por 4×1 e olha que podia ser até mais elástico o placar para o nosso lado se os jogadores atleticanos não tivessem em dado momento do jogo tirado o pé do acelerador. Outro grupo que me deixou orgulhoso, foi o do final da década de noventa e início deste século XXI, onde se consagraram os últimos campeões estadual do século XX e os primeiros campeões estadual do século XXI, e na sequência com algumas contratações, foram campeões brasileiros de 2001, fora que os paranaense era sempre bem disputados por todos os grupos do passado.

E hoje o que vemos? Um grupo sem inspiração, sem vontade de vencer e pior ainda com sina de derrotados por antecipação, já que nos fizeram passar pelo vexame histórico do Torneio da Morte que no passado não muito distante, nem um torcedor atleticano no seu maior pesadelo da vida, sonharia que isso iria acontecer. Mas aconteceu, e me deixou bastante envergonhado pela falta de respeito deles com o Clube Atlético Paranaense.

E como ia dizendo, isso faz o torcedor atleticano encarar a vida, sabendo que não é fácil torcer, mas também não é difícil quando se tem Presidente, Diretores, Comissão Técnica e jogadores comprometido com a vontade do torcedor de ver o Clube Atlético Paranaense sempre vencedor como no passado que hoje se torna difícil e angustiante em certos momentos,por esta fechado ao torcedor e tendo um mandatário que dá sempre a última palavra, muitas vezes contrárias há vontade da torcida atleticana.

Só que para resolver está delicada questão atual do clube no futebol e também na esfera administrativa, já que tudo é realizado de forma excludente do torcedor atleticano, é deixar a minha vontade maior transparecer para uma mudança positiva e definitiva e ai alcançar o tão sonhado desejo de um Presidente que fez muito para o patrimônio e pouco para o futebol, o Clube Atlético Paranaense ser alçado ao patamar dos clubes do Eixo/Rio, Minas e Rio Grande do Sul. Sem vontade e competência de montar um futebol vencedor não adianta de nada ter um Estádio Padrão FIFA, um CAT de primeiro mundo e um futebol de dar arrepios na espinha dorsal.

Escrevo isso, porque os clubes de São Paulo, como o Corinthians, o São Paulo e Palmeiras tem CT e Estádios de primeira, os mineiros Cruzeiro e Atlético MG também os tem, como os gaúchos Grêmio e Internacional. Mas o que sempre é lembrado deles é o seu futebol de vencedores e nós ficamos nesta paranoia que CT e Estádio sem um grupo forte de jogadores irá resolver!

O que resolve e faz um time ser respeitado e dito grande pela mídia é títulos e mais títulos o resto é complemento e apoio para que isso se realize.

E ser atleticano nos dias atuais, não é fácil, mas também não é difícil, porque como no hino, não tememos a própria morte.



Últimas Notícias

Opinião

Aha, uhu, o Maraca é nosso!!!

Toda a pessoa que se diz apaixonada por futebol deve um dia conhecer o Estádio Jornalista Mário Filho, mais conhecido como Maracanã e ontem meu…

Notícias

Cadê a torcida?

As médias de público do Athletico vem diminuindo ano a ano desde a reinauguração da Baixada pós Copa do Mundo e de maneira mais forte depois…