6 jan 2016 - 17h20

Furacão apresenta zagueiros em coletiva

Após a reapresentação do elenco principal no CT do Caju, o Atlético organizou entrevista coletiva nesta quarta-feira (6) para apresentar oficialmente os zagueiros Paulo André e Thiago Heleno, recém-contratados pelo clube, além de Léo Pereira, que retornou de empréstimo do Guaratinguetá e, promovido ao grupo principal, também fica à disposição do técnico Cristóvão Borges.

O evento contou com a participação do ex-zagueiro Gustavo, campeão brasileiro em 2001, e do diretor de futebol Paulo Carneiro, que explicou a presença de Léo Pereira na coletiva: "A base dá sustentação para o clube continuar crescendo".

Paulo André se disse contente em retornar ao Atlético e ressaltou a concorrência que vai haver por uma vaga na equipe principal, já que o Furacão inicia a temporada com várias opções para a zaga:

"É um prazer voltar. Ano passado, quase conseguimos esta transferência. Agora, deu certo. A gente espera fazer uma linha de quatro muito forte. São seis zagueiros no elenco, a briga vai ser saudável."

Na mesma linha, Léo Pereira fez questão de frisar que adquiriu experiência em sua passagem por empréstimo pelo Guaratinguetá:

"Volto muito mais experiente do Guará. Em relação à disputa, vai ser muito saudável."

Thiago Heleno, único dos três que nunca tinha vestido a camisa rubro-negra, destacou o elenco atleticano e prometeu empenho com aquela que só se veste por amor:

"A gente tem jogadores de qualidade. Vontade, raça e determinação, nem nos treinos vai faltar."

Cientes da ânsia da torcida por uma taça, os jogadores falaram sobre a busca por títulos:

"É essencial para começar o ano bem. Esta é a alma do atleticano. Temos que trazer isso logo." – disse Paulo André, sendo acompanhado por Thiago Heleno: "Vamos dar o melhor para brigar no topo da tabela, espero ajudar da melhor forma."

Os atletas comentaram ainda sobre a instalação da grama sintética na Arena da Baixada e necessidade de adaptação:

"Em campo oficial, nunca tive oportunidade. Mas a gente vai se adequar o mais rápido possível." – afirmou Léo Pereira, enquanto Thiago Heleno ressaltou que há muita diferença entre o gramado natural e o artificial: "Joguei na minha cidade. Tem muita diferença, né? Espero treinar lá para adaptar."

Um dos atletas de destaque no Bom Senso FC, Paulo André disse que continuará participando do movimento, mas que não chegou a falar sobre isso com a direção rubro-negra: "Aqui, só vou falar de Atlético", arrematou.



Últimas Notícias

Opinião

Libertadores, estamos aqui

Do alto da nossa sétima participação na Copa Libertadores da América, temos que reconhecer que já temos muita história para contar: da primeira participação, via…