10 fev 2016 - 23h39

Em noite de Deivid, Atlético vence mais uma

O Atlético foi a Paranaguá nesta quarta-feira (10) para enfrentar o Rio Branco, em mais uma partida válida pelo Campeonato Paranaense. No entanto, o time de Cristóvão Borges encontrou condições adversas, já que a forte chuva prejudicou muito o gramado, impedindo o bom toque de bola. Não bastasse, o Rubro-Negro levou um susto logo no início, sofrendo o primeiro gol da temporada logo aos 12’/1º. Sem se abalar, o Furacão tomou as rédeas da partida e conseguiu a virada com dois gols de Deivid, garantindo mais uma vitória fora de casa.

No início do jogo, o Atlético tentou pressionar o Rio Branco e foi à frente em duas oportunidades, uma com Marcos Guilherme, que invadiu a área em velocidade mas acabou tropeçando, outra com André Lima, que escorou de cabeça após cobrança de falta de Vinícius e levou perigo. Mas o gramado encharcado prejudicava a criação de jogadas, fazendo com que o jogo ficasse truncado. Num lance de ataque do Rio Branco, Eduardo chegou atrasado e cometeu falta em Henrique. Ratinho cobrou, a zaga atleticana ficou parada e Douglas entrou sozinho por trás, tocando de cabeça no cantinho para abrir o placar aos 12’/1º.

Mas apesar do gol sofrido, o Rubro-Negro não se abalou e foi para cima em busca do empate. Já o Leão da Estradinha, em vantagem, adotou uma postura mais defensiva e tinha dificuldades para ir ao ataque. Mesmo com o jogo truncado, o Atlético dominava amplamente a partida e o empate, que parecia questão de tempo, aconteceu aos 39’/1º. Após cobrança de falta da direita, o volante aproveitou a sobra e bateu com categoria, de pé direito, mandando a bola no ângulo de Edvaldo e igualando o placar.

E se no primeiro tempo foi o Atlético quem precisou correr atrás do prejuízo, na etapa final não demorou para jogar a responsabilidade de volta para os donos da casa. Mostrando que estava inspirado, Deivid aproveitou mais um rebote e, desta vez de esquerda, bateu de primeira e acertou o canto baixo da meta adversária, virando o placar logo aos 4’/2º. Depois disso, o técnico do Rio Branco bem que tentou mandar seu time para cima, promovendo alterações que não surtiram o efeito almejado. Enquanto isso, o Atlético já estava adaptado ao gramado e controlava bem a vantagem, que se manteve até o apito final.

COQUINHO NELES: Em uma atuação "diferente" do que comumente dele se espera, Deivid marcou como sempre, mas apareceu bem no ataque e acabou marcando os dois gols que garantiram a vitória do Atlético.

SEM CONDIÇÕES: Mesmo com ambas as equipes lutando bastante, a partida não foi das melhores em Paranaguá. Tudo por conta do gramado, que sofreu com as fortes chuvas e impediu que a bola rolasse direito.

OS GOLS:
1×0 – 12’/1º: Douglas – Em cobrança de falta pela esquerda, zaga atleticana fica parada e o atacante do Rio Branco entra livre para testar de cabeça para o fundo das redes de Weverton.
1×1 – 36’/1º: Deivid – Depois de uma cobrança de falta da direita, Paulo André tenta arrematar para o gol, a bola sobra para André Lima, que toca para trás e encontra Deivid. Com categoria, o volante bate colocado, no ângulo, empatando a partida. Um golaço.
1×2 – 4’/2º: Deivid – Novamente em cobrança de falta, Edvaldo tentou afastar de soco, mas a bola sobrou para Coquinho que, novamente, arriscou e foi feliz. Ele bateu de esquerda, de fora da área, e acertou no cantinho para virar o placar.

PRÓXIMOS JOGOS: J. Malucelli (casa/Ecoestádio), Criciúma (casa/Arena) e Cascavel (fora).

%ficha=1155%



Últimas Notícias

Fala, Atleticano

Time voando baixo

Foi um “Passeio”, o time comandado por Eduardo Barros, deu aula… Os meninos Christian e Erick, comando meio de campo, Wellington o “maestro” regendo a…

Opinião

Libertadores, estamos aqui

Do alto da nossa sétima participação na Copa Libertadores da América, temos que reconhecer que já temos muita história para contar: da primeira participação, via…