O Fala, Atleticano é um canal de manifestação da torcida do Atlético. Os textos abaixo publicados foram escritos por torcedores rubro-negros e não representam necessariamente a opinião dos responsáveis pelo site. Os autores se responsabilizam pelos textos por eles assinados. Para colaborar com um texto, clique aqui e siga as instruções. Confira abaixo os textos dos torcedores rubro-negros:
28 fev 2016 - 8h13

Mais dos menos ou dos mesmos?

Depois de dezembro de 2015, somente fiquei na expectativa de ver um Clube Atlético Paranaense melhor em campo, até gostei de algumas contratações e também do início da temporada, só que em dois jogos o técnico errou nas substituições e na teimosia de manter Marcos Guilherme em campo, que pouco produz e ajuda a equipe e neste ínterim, o Daniel Hernandez está indo embora.

Isso que nos deixa um pouco preocupado com o andamento daqui para frente. As cobranças já começaram, o torcedor está cansado de somente ver o clube participar e não vencer campeonato nenhum, também está cansado de ver o DIF se ainda existe ficar batendo o martelo em prego que não resolve nada, entorta e não da força a estrutura do grupo. São jogadores que já começaram a ser cobrados e muitos da nossa base que foram mal lançados ou superfaturados no passado?

Enfim a situação é está, temos hoje um grupo melhor que do ano passado, mantivemos o técnico para o início da temporada, coisa que fazia tempo que não acontecia, e temos uma Arena prefeita para os padrões do futebol moderno. Só que alguns detalhes começa a incomodar, como substituições erradas ou equivocadas, o técnico que insiste em manter jogador que não está produzindo nada neste momento em campo e pior, não consegue realizar mudança tática que de outra cara ao jogo, exemplo disso o jogo contra o Jotinha que tinha dois zagueiros altos na área e a nossa jogado foi de alçar bola na área para que dois ou um ataque conseguissem vencer os zagueiros, quem viu sabia que o jogada seria melhor se fosse trabalhada na base do toque e de passes para se ultrapassar estes dois zagueiros que na bola no chão não conseguiriam vencer.

É isso que vejo como ainda a corrigir o técnico trabalhar mais a diversas formações táticas e jogadas que surtam efeito contra defesas retranqueiras, porque se não conseguir provar que tem capacidade para gerenciar um grupo de jogadores que bem ou mal tem suas qualidades e seus defeitos, está com o caminho andado para sair do clube. E como já vi este filme repetida vezes e mesmo ele ter já conquistado algumas vitórias, a pressão que vem de alguns pode colocar em risco a sua permanência, e olhem que tem ainda técnicos que pode vir e o substituí-lo. Portanto caro Borges, comece a treinar algumas jogadas para furar as retrancas ou diferenciar o modo de jogo, se não vai ter muito barulho em cima.

Eu da minha parte estou satisfeito com o time, e aceito que tem dias que o jogo não fica como se pretende, mas tem que convir, no jogo contra o Jotinha, se mudasse corretamente e promovesse uma mudança tática, a vitória seria inevitável, já contra o Rio Branco, não dá para se cobrar nada de ninguém, pois jogar em um campo que nem aquele, embaixo daquele aguaceiro, nem Barcelona venceria o Rio Branco.



Últimas Notícias

Fala, Atleticano

Dois assuntos

Assunto 1- arbitragem tendenciosa. Infelizmente ao CAP por ingenuidade ou por não perceber, acaba deixando a CBF bem à vontade em escalar o Daronco que…