O Fala, Atleticano é um canal de manifestação da torcida do Atlético. Os textos abaixo publicados foram escritos por torcedores rubro-negros e não representam necessariamente a opinião dos responsáveis pelo site. Os autores se responsabilizam pelos textos por eles assinados. Para colaborar com um texto, clique aqui e siga as instruções. Confira abaixo os textos dos torcedores rubro-negros:
12 mar 2016 - 7h54

Deu zebra no clássico

O título não é uma zoeira em cima do Paraná Clube e sim em cima dos esquemas táticos do Cristóvão Borges. Tudo bem que o gol do Paraná se originou com a falha na saída de bola de Otávio, mas se tinha na teoria um grupo melhor de jogadores que o Paraná Clube, sei que o campeonato ainda tem mais uma fase e vamos estar nela, só que ainda temos deficiências a serem corrigidas em campo e uma escalação de jogadores que vão a campo para fazer a diferença e não ficarem na igualdade com um time que no papel não tem o mesmo quilate.

Mas futebol é isso, sempre acontece algo de extraordinário e a gente fica a lamentar o fato, não pela derrota, mas pela postura dos jogadores e técnico que não conseguiram reverter a situação, mesmo tendo um jogador a mais que o adversário.

Fica a lição ao Cristóvão Borges que se tem muito a aprender e a treinar ainda no CAT do CAJU para que o CAP consiga a conquista deste campeonato, pois de nada irá adiantar um estádio de primeiro mundo, um Centro de Treinamento qualificado se o material humano não dá as respostas esperadas.

Fica também aqui um lembrete aos nossos dirigentes que as vezes é necessário mudanças pontuais para que os objetivos sejam alcançados, e isso cabe a eles analisarem e tomarem as decisões necessárias. Da minha parte acho que está faltando uma boa conversa no pé da orelha com todos, desde a comissão técnica até aos jogadores. E se isso não resolver é mudar antes que se não consiga mais alcançar os objetivos traçados.



Últimas Notícias

Fala, Atleticano

Brasileirão 2019

Após o título do Furacão pela Copa do Brasil, o estado de êxtase que cada athleticano vive é algo surreal. É um momento mágico, fruto…