O Fala, Atleticano é um canal de manifestação da torcida do Atlético. Os textos abaixo publicados foram escritos por torcedores rubro-negros e não representam necessariamente a opinião dos responsáveis pelo site. Os autores se responsabilizam pelos textos por eles assinados. Para colaborar com um texto, clique aqui e siga as instruções. Confira abaixo os textos dos torcedores rubro-negros:
12 mar 2016 - 7h55

Rever conceitos!

Após os oito primeiros jogos idealizados pelo nosso Furacão nesses meses iniciais do ano, pode-se observar que ainda há alguns ajustes a serem realizados no time. O meio de campo precisa de um reforço, principalmente na parte criativa, um jogador apenas não é o suficiente, pois em todos esses jogos fizemos um total de nove gols, enquanto que o nosso tradicional rival em dois apenas, fez oito gols.

Tivemos a consciência plena de uma invencibilidade mantida até então, mas, ainda é pouco para aqueles que nos prometeram um time competitivo, destaco também, o cansaço apresentado na partida frente o J. Malucelli, aceitaram a pressão imposta pelo Cascavel e no último domingo contra o Paraná Clube, a impressão que ficou é a mesma deixada pelo time de 2015, ou seja, a fragilidade na criação (ou falta dela), o sofrimento pela falta dos gols perdidos, saber explorar um jogador a mais em campo e por fim, como dizem alguns comentaristas de maneira geral: “quem não faz leva!”.

O nosso técnico precisa e muito se atentar com relação a esses pontos e creio que o Walter e o Nikão, não conseguirão sozinho suprir essa carência, ajudarão, mas, ainda sim é pouco. Os campeonatos irão exigir muito daqui em diante e o time tem que estar preparado para corresponder à altura.

Acredito e torço muito para que o nosso Furacão cresça cada vez mais e ainda, torço para que os jogadores tenham a atitude e a vontade necessária de ser campeão e não apenas vencedor dessa ou daquela partida.
Os clássicos poderão nos auxiliar nesse sentido, geralmente eles revelam quem são jogadores que honram a camisa de fato ou quem são os pipoqueiros.

É prematuro emitir uma opinião acerca do elenco atual do Furacão, mas, é urgente rever alguns conceitos, ainda há tempo para ajustar o time e principalmente, mostrar que temos capacidade de ser campeão de alguma coisa nesse ano de 2016, chega de promessas eleitoreiras e vamos a ação propriamente dita, pois desde 2009 estamos esperando por uma nova taça, o momento é de reação imediata e se for o caso, trazer um técnico com espírito campeão, Cuca e Eduardo Batista estão à disposição!



Últimas Notícias

Notícias|Opinião

E o Pai se foi

Chega ao fim a passagem do nosso Bergson pelo Athletico. Assinou hoje a sua rescisão de contrato e vai jogar no Ceará. Jogador de sorriso…