8 maio 2016 - 19h24

Walter voltou a marcar após mais de seis meses

Não é fácil a vida de atacante. Uma partida ou outra sem marcar e a torcida já começa a pegar no pé, a imprensa já levanta desconfiança, enfim. Que dizer de um atleta que, apesar da inegável habilidade, sempre precisou lutar contra a balança e, justamente no momento em que conseguiu perder peso, deixou de fazer gols?

Essa foi a sina do atacante Walter. No dia 07/11/2015, em partida contra o Avaí válida pelo Campeonato Brasileiro, o camisa 18 balançou as redes pela última vez. Depois disso, envolveu-se em polêmicas antes de renovar o contrato com o Furacão, voltou para Curitiba e recebeu um tratamento especial para perder peso e entrar em forma e… não marcou mais gols.

É bem verdade que as atuações do atacante não foram ruins. Ao contrário, o carismático atacante vinha jogando bem e ajudando o Atlético em busca dos resultados. Mas a bola não entrava. Na semifinal, contra o Paraná Clube, quando a vaga na final foi decidida nos pênaltis, Walter meteu uma bomba na gaveta e saiu se "benzendo" para ver se a "uruca" passava. E passou.

Depois de passar em branco na primeira partida da decisão do Estadual, quando o Furacão atropelou o Coritiba vencendo por 3 a 0, o "gordinho" reservou para a grande final o seu descarrego. Depois de perder um gol sem goleiro, parecia que não ia dar. Mas, logo depois, Walter aproveitou o rebote e, de pé esquerdo, abriu o placar no Couto Pereira. Decisivo. Implacável. Vibrou muito com o gol marcado e, depois, pôs no bolso os dois zagueiros alviverdes antes de tocar para Ewandro fazer o segundo.

Enfim, encerrou-se o jejum! E que o camisa 18 possa presentear a torcida atleticana com muitos e muitos gols daqui em diante. Walter voltou a marcar. Marcou como campeão!



Últimas Notícias

Libertadores

É bom rever você, Walter!

Foram necessários apenas oito minutos em campo contra o Jorge Wilstermann e um único chute a gol para uma história ser coroada com choro, abraços…