22 maio 2016 - 13h25

Lamentável!

Em uma partida polêmica o Atlético empatou com o Atlético-MG na manhã deste domingo, às 11 horas, na Arena da Baixada. O Rubro-Negro saiu na frente, com um gol de André Lima, aos nove do primeiro tempo, mas viu tudo ruir na segunda etapa. Em uma marcação de pênalti discutível do árbitro Flavio Rodrigues de Souza, que também teve outras decisões polêmicas durante o jogo, o Galo chegou ao empate aos 30 minutos do segundo tempo, com Cazares. Com o resultado, o Furacão ainda não sabe o que é vencer neste Campeonato Brasileiro.

O Rubro-Negro estreou em casa pelo Brasileiro em uma manhã de domingo chuvosa e nada convidativa para um bom jogo de futebol. Só que como dentro da Arena não chove e a torcida comparece em bom número, não podia ser diferente: o primeiro tempo foi movimentado e com chances para os dois lados. Logo aos nove minutos, Hernani fez jogada com Ewandro pelo lado esquerdo, que cruzou na medida para André Lima marcar. Depois do gol, o Atlético procurou explorar o contra-ataque, principalmente pelos lados. Já o Galo levava perigo com Cazares, pelo lado direito, mas nenhuma das investidas trouxe grandes dificuldades para Weverton. Aos 36 minutos, Paulo Autuori foi expulso pelo árbitro do banco de reservas.

Já na segunda etapa o cenário mudou. Displicente, o Furacão não aproveitou suas descidas ao ataque e viu o xará mineiro ganhar cada vez mais espaço. O árbitro Flavio Rodrigues de Souza também pesou contra o Atlético, já que foi decisivo em dois lances importantes da partida. Aos 16 minutos, Nikão deu um bonito giro pelo lado esquerdo, cortou para o meio e chutou. A bola bateu no braço do zagueiro do Galo, que estava dentro da área, mas o árbitro não marcou o pênalti. Já aos 30 minutos, Cléberson e Edcarlos se enroscaram em uma disputa de bola. O juiz marcou penalidade para o Galo e alegou que a bola bateu no braço do zagueiro Atleticano. Cazares bateu e decretou o empate.

Agora o Atlético encara o Botafogo, no Rio de Janeiro, pela terceira rodada do Brasileiro. O Furacão ainda não venceu na competição e busca a vitória o quanto antes para poder ficar na parte de cima da tabela.

DESTAQUE POSITIVO: André Lima. Enquanto esteve em campo, o atacante foi participativo na criação de jogadas e decisivo na marcação do gol do Furacão.

DESTAQUE NEGATIVO: Flavio Rodrigues Souza. O árbitro da partida marcou um pênalti duvidoso contra o Rubro-Negro e deixou de marcar um pênalti a favor.

OS GOLS
1×0 – 09’/1º: André Lima – Poucos toques e muita eficiência: Hernani recebeu no meio e lançou para Ewandro pelo lado esquerdo. O meia-atacante cruzou de primeira para o meio da área e André Lima, também com um único toque, completou para o fundo do gol.

1×1 – 30”/2º: Cazares – O gol de empate do Galo veio em um pênalti polêmico marcado pelo árbitro Flavio Rodrigues Souza, aos 30 minutos. O atacante do Atlético-MG, que não tinha nada a ver com o assunto, bateu firme no canto esquerdo de Wéverton.

PRÓXIMOS JOGOS: Botafogo (fora), Figueirense (casa) e Internacional(fora)

%ficha=1180%



Últimas Notícias

Opinião

Libertadores, estamos aqui

Do alto da nossa sétima participação na Copa Libertadores da América, temos que reconhecer que já temos muita história para contar: da primeira participação, via…