O Fala, Atleticano é um canal de manifestação da torcida do Atlético. Os textos abaixo publicados foram escritos por torcedores rubro-negros e não representam necessariamente a opinião dos responsáveis pelo site. Os autores se responsabilizam pelos textos por eles assinados. Para colaborar com um texto, clique aqui e siga as instruções. Confira abaixo os textos dos torcedores rubro-negros:
18 jul 2016 - 11h00

Anda chato ser atleticano

Por favor não se iludam com o título desse texto e passem a ofender mandando eu ir torcer para outro time. Saibam que tenho um amor inimaginável pela pelo Atlético, algo inexplicável, algo de família, algo que muitos de vocês que lerem esse texto compartilham.

Contudo nos últimos meses anda complicado a situação. Briga entre a Organizada e diretoria vêm estragando muito do que é a identidade dessa torcida e a culpa disso vem dos dois lados dessa briga.

Temos visto a Organizada nas redes sociais, com apoios de muito torcedores se botarem em um patamar onde dizem ser o maior patrimônio desse clube, que sem eles não existe Atlético (Sim, cheguei a ler vários comentários assim) e seguindo desse pré-suposto eles tomaram a decisão de não botar mais o pé dentro da baixada.

Atitude, que no mínimo, pode ser encarada como infantil e pedante. Essa é a organizada que em conflitos antigos com a diretoria continuo a apoiar o time, continuo a incendiar a torcida e fazer valer o nome Caldeirão. Hoje a preocupação deles é continuar usando as vestimentas deles dentro do estádio.

Do outro lado dessa briga, temos a diretoria, fazendo o que for para pintar um quadro em que a organizada, como um geral, não passa de vândalos sem interesse no futebol do time. Apesar de parcialmente isso ser uma verdade, nada de bom surgiu das generalizações. A Fanáticos do passado, a que citei aqui nesse artigo, era uma organizada formada por torcedores focados em apoiar o clube, então não existe apenas vândalos em seu pessoal.

Enquanto essa briga continua a se aprofundar, torcedores tomam lado e usam da rede social para reclamar de quem eles acreditam estar errado. Mas a grande verdade nessa história é que os dois lados estão errados, não existe lado a se tomar.Porque se engana quem pensa que essa é uma briga ideológica, não passa de uma briga comercial de longa, longa data, que nós torcedores comuns não temos o menor ideia do quão profundo realmente é esse conflito.

Para completar o único momento que tenho visto união de nossa torcida é para reclamar do estádio e suas cores. Me desculpem dizer isso assim, mas quando foi que deixamos de nos importar com o time em campo para ficarmos achando pelo em ovo? Desde de quando que a cor em que o estádio foi pintado influência sua vontade em ver jogo? Cinza, lilás, rosa ou roxo ali continua sendo a Arena da Baixada. Nenhum adversário falou que jogar aqui era difícil porque o estádio era vermelho e preto e sim porque nossa torcida era insanamente apaixonada pelo nosso futebol, não importando em que fase o time estivesse passando.

Hoje temos um time, que considero mediano, mas quem vem tentando trabalhar em equipe para vencer. Continua sendo o Atlético que eu amo, mas nós como torcida estamos perdendo tempo com a cabeça enterrada na areia e reclamando ao invés de entrar no estádio e berrar a plenos pulmões: ‘UH! CALDEIRÃO!’.



Últimas Notícias

Fala, Atleticano

Brasileirão 2019

Após o título do Furacão pela Copa do Brasil, o estado de êxtase que cada athleticano vive é algo surreal. É um momento mágico, fruto…