6 ago 2016 - 20h26

Derrota no Espírito Santo

O Atlético terminou o primeiro turno do Campeonato Brasileiro com uma derrota para o Flamengo, no estádio Kléber de Andrade, em Cariaci, no Espírito Santo. Os cariocas venceram por 1 a 0, com gol de Mancuello, aos 15 minutos da segunda etapa. O Furacão, por sua vez, não conseguiu impor seu ritmo e foi dominado durante a maior parte da partida. Com o resultado, o Atlético fica com 30 pontos na tabela, na sétima posição. O próximo compromisso é no domingo (14), contra o Palmeiras, às 18h30, na Arena da Baixada.

O Flamengo jogou com forte apoio da torcida no Espírito Santo e começou pressionando. Nos primeiros dez minutos, os cariocas tiveram mais volume de jogo, principalmente pelo lado esquerdo, com lançamentos de Everton. Mas, nos contra-ataques, foi o Atlético quem mais assustou. Logo aos 14 minutos, Walter viu Muralha adiantado e chutou do meio de campo e acertou à trave esquerda. O Furacão continuou apostando nos contra-ataques, mas não conseguia encaixar o último passe para colocar os atacantes com condições de finalizar. Já o Flamengo caiu na forte marcação do Atlético e travava suas tentativas no meio de campo, tornando o jogo muito estudado, mas com poucas oportunidades claras de gol. Logo no finzinho do primeiro tempo, Sidcley fez jogada individual pela esquerda, cortou para o meio de chutou de direita, mas Réver deu um carrinho e bloqueou a finalização, que tinha endereço ao gol.

No segundo tempo, o Flamengo voltou com tudo. Primeiro, aos dois minutos, William Arão cruzou para Guerrero, que cabeceou à direita da meta de Santos. Aos quatro minutos, Fernandinho escapou pela esquerda com bastante liberdade e cruzou, mas Otávio bloqueou. Aos sete, Guerrero saiu cara a cara com Santos, mas o chute goleiro defendeu o chute e, na sequência, Sidcley recuperou. De tanto insistir, aos 15 minutos, o Flamengo chegou ao gol. Depois de jogada e cruzamento rasteiro de Fernandinho pela direita, Mancuello, dentro da área, tocou de letra para o fundo das redes. Após o gol, Autuori promoveu as entradas de Lucas Fernandes, Cabral e André Lima no time e, aos 32 minutos, o rubro-negro finalmente chegou com perigo. Cabral cobrou falta pela direita, a zaga afastou e, no rebote, Lucas Fernandes chutou forte, mas Muralha defendeu. O Furacão ainda conseguiu segurar a bola no ataque, principalmente com Cabral, mas não converteu o volume de jogo em gols e amargou a derrota para os cariocas.

DESTAQUE POSITIVO: Luciano Cabral. Mesmo enquanto o time perdia, o jogador teve calma para prender a bola no meio de campo e tentar criar jogadas.

DESTAQUE NEGATIVO: Vinícius. O jogador não apareceu para criar jogadas durante todo o tempo em que este em campo.

O GOL
Flamengo – 15’2º – Mancuello– Fernandinho cruzou da direita para o meio da área e o argentino completou de letra para o gol.

PRÓXIMOS JOGOS: Palmeiras (casa), Atlético Mineiro (fora) e Grêmio (casa).

%ficha=1199%



Últimas Notícias

Fala, Atleticano

Insanidade

Louva-se o posicionamento do CAP em relação à atitude insana, egoísta e manipuladora do Flamengo, que chegou ao ponto de utilizar-se da peste alcançar seus…

Camisa preta edição especial.

Opinião

Viva a revolução!

Eu sou corneta. Confesso! Se o time vai mal, sou o primeiro a reclamar. Se o time vai bem, tem que melhorar. Se ganhou de…

Notícias

A evolução do Athletico

É inegável a evolução do rubro-negro. Desde a mudança no comando técnico, o Furacão vem evoluindo a cada jogo. Atualmente acumula quatro vitórias consecutivas. Além…